Governo dos Açores já pagou 700 mil euros a 300 agricultores afetados pela seca de 2018

Governo dos Açores já pagou 700 mil euros a 300 agricultores afetados pela seca de 2018

[Fonte: Açoriano Oriental]

O secretário regional da Agricultura e Florestas, João Ponte anunciou esta quinta-feira, na ilha Terceira, que já foram pagos 700 mil euros a 300 agricultores afetados pela seca verificada em 2018 e que provocou prejuízos na produção das culturas de milho forrageiro, hortícolas, sorgo e tabaco.

“Esta semana iniciamos os primeiros pagamentos para compensar os agricultores que sofreram perdas nas suas produções devido à seca que assolou os Açores, cumprindo um compromisso assumido pelo Governo Regional”, afirmou João Ponte, citado em nota do executivo.

O governante adiantou que as 1.400 candidaturas recebidas correspondem a um apoio global de 3 milhões de euros, sendo que os restantes pagamentos serão efetuados durante as próximas semanas.

João Ponte salientou que a seca teve uma expressão muito forte ao nível da horticultura, mas sobretudo no que diz respeito à produção de milho forrageiro, afetando 50% dos 12.000 hectares de milho forrageiro semeado em 2018.

“Cerca de 70% da área de milho forrageiro, dos cerca de 6.000 hectares candidatados a apoio, tiveram um prejuízo entre 50% e 75% em termos de produção”, referiu João Ponte, alegando que estes números justificam plenamente o apoio financeiro concedido pelo Governo Regional, bem como o apoio à importação de alimentos para os animais bovinos.

Para João Ponte são injustas as críticas que têm vindo a ser feitas ao Governo dos Açores, quanto ao apoio à importação de alimentos para os animais.

“Quem sofreu prejuízos na produção de milho forrageiro reconhece e valoriza o alcance e as mais valias resultantes do apoio concedido pelo Governo Regional, considerando a importância daquele alimento para o maneio das suas explorações”, considerou João Ponte, na mesma nota.

Comente este artigo

O artigo Governo dos Açores já pagou 700 mil euros a 300 agricultores afetados pela seca de 2018 foi publicado originalmente em Açoriano Oriental

Anterior AlgaEnergy apresenta soluções no European Biostimulants Interactive Summit
Próximo Indústria alimentar e das bebidas exportou 5.016 M€ em 2018

Artigos relacionados

Últimas

Marcelo Rebelo de Sousa preside à sessão de abertura da 36.ª Ovibeja

[Fonte: Agricultura e Mar]
A 36.ª Ovibeja abre portas esta quarta-feira, 24 de Abril, a partir das 11 horas, com sessão de abertura presidida, a partir das 12h30, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.
O tema principal deste ano são as alterações climáticas e a agricultura, […]

Nacional

Herdade das Servas investe na região dos Vinhos Verdes

[Fonte: Vida Rural]

Carlos e Luís Serrano Mira, detentores da Herdade das Servas, em Estremoz, anunciaram um investimento na região dos Vinhos Verdes, com a aquisição da Casa da Tapada, em Braga.
De acordo com os produtores, a Casa da Tapada possui 24 hectares de área total, […]

Últimas

Ministro defende “ligação entre ciência e agricultores” para reduzir impacto das alterações climáticas

[Fonte: Rádio Campanário] O INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária assinalou o Dia do Agricultor 2019 esta quarta-feira (15 de maio), numa iniciativa que teve lugar no polo de Elvas do INIAV com o objetivo dar a conhecer os resultados da experimentação e investigação desenvolvidas no Polo de Elvas. […]