Governo dos Açores diz que promoção do queijo da região é feita em várias dimensões

Governo dos Açores diz que promoção do queijo da região é feita em várias dimensões

O secretário regional dos Açores com a pasta da Agricultura, João Ponte, sustentou que existe uma promoção dos queijos açorianos, em concreto do de São Jorge, feita em múltiplas dimensões, quer em território nacional quer intrernacional.

“Quem trabalha com os mercados sabe muito bem que a notoriedade, a conquista de novos mercados e a valorização de uma marca não se consegue com campanhas de ‘marketing’ em contínuo. As campanhas são importantes, mas primeiro é preciso estudar os mercados alvo, a eventual aceitação do produto, escolher os meios, o público alvo, garantir o financiamento e só depois vem a campanha”, sustentou João Ponte, citado em nota do executivo.

O governante socialista comentava um apelo recente do presidente do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio, que pediu a implementação de uma campanha de ‘marketing’ “contínua”, com apoios públicos, do queijo de São Jorge, alegando que a promoção de um “produto de excelência” não se pode limitar a iniciativas “pontuais”.

Hoje, e depois de uma reunião com a direção da União de Cooperativas Agrícolas de Lacticínios de São Jorge (Uniqueijo), no primeiro dia da visita estatutária do Governo Regional à ilha de São Jorge, João Ponte defendeu que “uma campanha de ‘marketing’, por si só, não resolve nada”.

E concretizou: “É preciso que as indústrias se preparem e trabalhem os mercados nas suas múltiplas oportunidades”, considerou o secretário regional, que acrescentou que se aumenta o rendimento “através da valorização do queijo, que é fundamental para a sustentabilidade da agricultura e do setor leiteiro” açoriano.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Açoriano Oriental.

Anterior Seminário sobre o insecto percevejo asiático
Próximo Comércio de rua em Portugal vai continuar a ditar as suas regras em 2019

Artigos relacionados

Últimas

Sistema Tessior®, produto que permite proteger a vinha contra as doenças do lenho da videira (DLV)

Este é o resultado de uma colaboração entre a BASF – Agricultural Solutions Portugal, a Felco e a Mesto, este é o primeiro produto pronto a usar, […]

Internacional

Le colza et le tournesol résistant aux herbicides ne sont pas assez surveillés

L’emploi de plantes agricoles rendues résistantes aux herbicides est susceptible d’entraîner une réaction en chaîne de l’environnement qui doit être surveillée de près. […]

Nacional

Produção de azeitona para azeite cresce 25% a ultrapassar as 900 mil toneladas

As previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 31 de Dezembro, apontam para um aumento de 25% na produção de azeitona para azeite, […]