Governo dos Açores diz que 2018 foi ano recorde de abate de bovinos

Governo dos Açores diz que 2018 foi ano recorde de abate de bovinos

[Fonte: Açoriano Oriental]

O secretário regional da Agricultura dos Açores sublinhou, esta terça-feira, que 2018 foi um ano recorde na região no que se refere ao abate de bovinos, o que trouxe mais-valias financeiras, por exemplo, com a exportação de carne.

“Em 2018, do ponto de vista da produção, registou-se o maior número de animais abatidos na região, cerca de 73 mil. Esse crescimento resulta muito do aumento significativo verificado nas exportações, ou seja, 14,5%”, vincou João Ponte, em declarações à agência Lusa.

O governante falava após ter visitado um estabelecimento de venda de carnes no concelho da Ribeira Grande, ilha de São Miguel.

As alterações promovidas pelo Governo dos Açores ao programa comunitário POSEI foram destacadas por João Ponte como necessárias para os efeitos “positivos” para o setor, destacando o secretário regional, por exemplo, a divisão do prémio ao abate por semestres em 2018, bem como a redução do período de retenção dos animais, que passou de cinco para três meses.

Um dos próximos objetivos no setor passa por reforçar o desmanchar da carne nos matadouros da região, para que a venda não seja somente feita em carcaça – tal significaria “criar mais emprego nos Açores” e gerar outro tipo de mais-valias económicas.

Este ano, sinalizou ainda João Ponte, decorrerá o processo de certificação dos matadouros do Faial, da Graciosa, das Flores e de São Jorge.

Comente este artigo

O artigo Governo dos Açores diz que 2018 foi ano recorde de abate de bovinos foi publicado originalmente em Açoriano Oriental

Anterior Criada Associação Portuguesa de Ciência Avícola para promover “conhecimento avícola”
Próximo Governo diz que mais de 50% do Programa de Desenvolvimento Rural foi executado

Artigos relacionados

Nacional

Portugal continua “muito vulnerável ao risco” de incêndio

[Fonte: Público]

A Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais (AGIF) considera que Portugal continua “muito vulnerável ao risco de incêndio”, existindo “um longo caminho a percorrer” para mudar os comportamentos das populações e o ordenamento do território.
“O país continua muito vulnerável ao risco de incêndio, […]

Nacional

Agricultores acusam ambientalistas de “desinformação” sobre o trabalho do setor no combate às alterações climáticas

[Fonte: Vida Rural]

A Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo e a Olivum – Associação de Olivicultores do Sul emitiram esta quarta-feira (24 de abril) um comunicado conjunto em que acusam as organizações ambientalistas, os partidos políticos e os jornalistas de “promover a desinformação e colocar em causa o trabalho e o contributo positivo dos agricultores para a dinamização da agricultura, […]

Nacional

Município de Pedrógão Grande apresenta Plano de Acção e promove Workshop sobre Vesta Velutina ou Asiática

[Fonte: Gazeta Rural]

A Câmara Municipal de Pedrógão Grande promove no próximo dia 12 de abril pelas 19 horas, no Salão Nobre do Município, um Workshop de apresentação do Plano de Ação para a Vespa Asiática (Vespa velutina nigrithorax) do Município. […]