Governo dos Açores diz que 2018 foi ano recorde de abate de bovinos

Governo dos Açores diz que 2018 foi ano recorde de abate de bovinos

[Fonte: Açoriano Oriental]

O secretário regional da Agricultura dos Açores sublinhou, esta terça-feira, que 2018 foi um ano recorde na região no que se refere ao abate de bovinos, o que trouxe mais-valias financeiras, por exemplo, com a exportação de carne.

“Em 2018, do ponto de vista da produção, registou-se o maior número de animais abatidos na região, cerca de 73 mil. Esse crescimento resulta muito do aumento significativo verificado nas exportações, ou seja, 14,5%”, vincou João Ponte, em declarações à agência Lusa.

O governante falava após ter visitado um estabelecimento de venda de carnes no concelho da Ribeira Grande, ilha de São Miguel.

As alterações promovidas pelo Governo dos Açores ao programa comunitário POSEI foram destacadas por João Ponte como necessárias para os efeitos “positivos” para o setor, destacando o secretário regional, por exemplo, a divisão do prémio ao abate por semestres em 2018, bem como a redução do período de retenção dos animais, que passou de cinco para três meses.

Um dos próximos objetivos no setor passa por reforçar o desmanchar da carne nos matadouros da região, para que a venda não seja somente feita em carcaça – tal significaria “criar mais emprego nos Açores” e gerar outro tipo de mais-valias económicas.

Este ano, sinalizou ainda João Ponte, decorrerá o processo de certificação dos matadouros do Faial, da Graciosa, das Flores e de São Jorge.

Comente este artigo

O artigo Governo dos Açores diz que 2018 foi ano recorde de abate de bovinos foi publicado originalmente em Açoriano Oriental

Anterior Criada Associação Portuguesa de Ciência Avícola para promover “conhecimento avícola”
Próximo Governo diz que mais de 50% do Programa de Desenvolvimento Rural foi executado

Artigos relacionados

Últimas

Andam a circular na net fotos de mulheres com cabeça de vaca: Campanha polémica torna-se viral na Índia

Sujatro Ghosh tem 23 anos e é o autor de uma polémica campanha em que retrata várias mulheres com uma cabeça de vaca como forma de protesto contra o partido nacionalista hindu

Comente este artigo
#wpdevar_comment_4 span,#wpdevar_comment_4 iframe{width:100% !important;} […]

Comunicados

Crédito Agrícola da Serra da Estrela e de Oliveira do Hospital apoiam produtores pecuários

As Caixas de Crédito Agrícola da Serra da Estrela e de Oliveira do Hospital vão doar 2 camiões de fardos de palha, num total de 46 toneladas, para alimentação animal às regiões da Serra de Estrela e Beira Alta.
Uma forma de ajudar e de minimizar os estragos causados pelos recentes incêndios que, […]

Nacional

Opinião: Floresta e Energia (I). Deve a floresta nacional ser vista como bem comum?


Gil Patrão

Sendo os bens comuns detidos por todos e geridos de forma coletiva, a resposta à questão em título é negativa! Mas deveria ser, dirão os que discordam que a nossa floresta seja detida em 93,4% por mais de 400.000 proprietários privados, possuindo o Estado só […]