Governo divulga mapa das freguesias prioritárias para limpeza de combustível

Governo divulga mapa das freguesias prioritárias para limpeza de combustível

Comunicado conjunto do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e do Ministério da Administração Interna

O Governo divulgou hoje o mapa (em anexo) das freguesias de 1ª e 2ª prioridade para limpeza no âmbito do Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios (SNDFCI). Trata-se de um Despacho conjunto do Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, e do Secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, e que define igualmente os prazos para a realização das ações de fiscalização que devem incidir sobre as áreas prioritárias.

O Despacho determina que a fiscalização da limpeza de terrenos confinantes a edificações (numa faixa 50 metros); aglomerados populacionais e áreas industriais (numa faixa de 100 metros) se efetue entre os dias 01 de abril e 31 de maio. O Despacho determina igualmente que a fiscalização da limpeza das faixas de proteção das redes viária e ferroviária e das linhas de transporte e distribuição de energia elétrica seja efetuada entre os dias 01 e 30 de junho.

Considerando que as alterações climáticas e os fenómenos atmosféricos extremos obrigam ao cumprimento firme das normas do SNDFCI, o Despacho define orientações no domínio da fiscalização, respondendo, em especial, aos prazos mais exigentes para a execução da limpeza dos terrenos previstos na Lei do Orçamento de Estado para 2019.

O documento sublinha ainda que a definição das prioridades não isenta os agentes fiscalizadores do cumprimento de todas as disposições previstas no SNDFCI, não limitando a fiscalização às áreas e períodos referidos.

O diploma considera como áreas prioritárias para efeitos de fiscalização de gestão de combustível as freguesias de 1ª e 2ª prioridade, de acordo com a classificação feita pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (mapa em anexo), as áreas confinantes a edificações, a aglomerados populacionais, a áreas industriais, bem como às redes viária e ferroviária e às linhas de transporte e distribuição de energia elétrica.

Comente este artigo
Anterior Festa de Santo Antão, padroeiro dos animais, é já este fim-de-semana em Peva, Moimenta da Beira
Próximo Apicultura - ApisRAM

Artigos relacionados

Opinião

Os desafios do sector agro-pecuário no atual processo legislativo

Nos últimos anos os movimentos animalistas têm dominado, diversificado e aperfeiçoado os seus métodos de publicitação e propagação dos seus ideais. Recorrendo às redes sociais e ao impacte das mesmas, a filosofia vegan e da autoproclamada defesa do bem-estar animal tornou-se viral e cada vez mais entra no nosso quotidiano e dos meios de comunicação de uma forma geral, […]

Dossiers

Oferta de Emprego – Tratoristas/Operadores de Máquinas Agrícolas – Ferreira do Alentejo

A Herdade Vale da Rosa é o maior produtor nacional de uva de mesa com uma área de produção de cerca de 250 hectares na zona de Ferreira do Alentejo e de 13 variedades de uva de mesa de elevada e reconhecida qualidade a nível nacional e internacional, […]

Sugeridas

Oferta de Emprego – Técnico de Fitossanidade (M/F) – Palmela

Biosani vai admitir um técnico de Fitossanidade. A selecção vai decorrer até 15 de Dezembro para iniciar a sua actividade em 2 de Janeiro.
É fundamental o gosto pelo tema, na perspectiva defendida pela Biosani, associado a uma clara capacidade de comunicação. A nossa empresa localiza-se em Palmela, […]