Glifosato: Anipla lamenta que política comunitária continue a ignorar a ciência.

Glifosato: Anipla lamenta que política comunitária continue a ignorar a ciência.

A decisão para a renovação da licença para a utilização do glifosato na agricultura da União Europeia, agendada para hoje, foi novamente adiada. Reunidos no Comité Permanente dos Vegetais, Animais e Alimentos para Consumo Humano e Animal, os representantes dos Estados Membros não alcançaram a maioria qualificada exigida. A renovação tem em vista a permissão da utilização do glifosato no espaço comunitário cuja licença em vigor termina já no final deste ano. Esta é a segunda vez, em menos de um mês, que este comité anuncia a indecisão, tendo a primeira vez acontecido no passado dia 25 de Outubro.

Para António Lopes Dias, director-executivo da Anipla,

Estamos desapontados com a permanência da indecisão na União Europeia. Se e União Europeia tivesse sido fiel à evidência científica apresentada pelas suas agências já deveria ter sido validada a renovação da licença por 15 anos, e não estaríamos neste debate em que se discute o futuro de uma ferramenta essencial à agricultura.

Segundo o responsável da Anipla, a abstenção não pode ser sempre solução,

Apesar de compreender a abstenção de alguns países, pela impossibilidade de consenso na sua política interna, Portugal não deveria estar nesta posição. A interferência de interesses políticos numa decisão que devia ser científica, aumenta a confusão nos consumidores europeus, que esperam decisões firmes dos seus governantes.

António Lopes Dias refere ainda a posição frágil das agência europeias, cujo parecer não é considerado. Para o director executivo da Anipla,

Eu não queria estar na posição de Bernhard Url, Executive Director da EFSA, cujo parecer da agência oficial que gere foi novamente ignorado, apesar da evidência científica que apresentou. Algo de errado se está a passar.

Perante esta situação e a aproximação do final da licença para o glifosato na UE, deverá ser anunciada a criação de um comité de recurso do SCOPAFF para breve, para que seja tomada uma decisão.

Comente este artigo
Anterior El Gobierno actualiza con un Real Decreto la normativa de pagos de la PAC
Próximo Paroles de lecteurs Image des agriculteurs : vous en avez gros sur la patate !

Artigos relacionados

Comunicados

Seia: Pedido de colaboração para fornecimento de alimento para os animais

O concelho de Seia foi devastado por 4 incêndios durante os dias 15, 16 e 17 de outubro. Estes incêndios consumiram muita floresta, mas principalmente campos agrícolas e pastagens.
Enquanto o acompanhamento do Ministério da Agricultura não chega, o Município decidiu socorrer os produtores de gado do concelho, […]

Últimas

Agroop de volta à Seedrs para se financiar em 500 mil euros

[Fonte: Vida Rural]

A startup nacional de tecnologia para o setor agrícola lançou uma nova operação de equity crowdfunding na Seedrs. A empresa está à procura de 500 mil euros em troca de 11% do seu capital para apostar na internacionalização. […]

Nacional

Estatuto da Agricultura Familiar pode ser pedido a partir de hoje

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

A criação do Estatuto da Agricultura Familiar, que dá aos agricultores acesso prioritário, entre outras coisas, a fundos comunitários e a regimes fiscal e de segurança social mais favoráveis, foi publicada em Agosto do ano passado, […]