Geografia da Agricultura – Editorial de Teresa Silveira + Suplemento Agrovida

Geografia da Agricultura – Editorial de Teresa Silveira + Suplemento Agrovida

Cuidado com as palavras. Floresta não quer dizer sempre a mesma coisa e, por isso, fazer generalizações à volta de um conceito pode levar a erros graves. O mesmo pode suceder com a ideia de Geografia, a ciência que estuda o espaço humano nas suas várias vertentes física, biológica e humana, mas que vai muito além dessa função e também se dedica a analisar a relação entre os aspetos físicos, biológicos e humanos do planeta Terra.

Arriscámos o improvável. Desafiámos para uma entrevista o geógrafo e professor da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP) Álvaro Domingues, que centra a sua investigação e atividade docente na geografia humana, na paisagem, no urbanismo e nas políticas urbanas.

Pedimos-lhe que traçasse uma ‘ponte’ de reflexão para as questões da coesão territorial, do (re)ordenamento florestal, dos incêndios do último verão e da reforma da floresta que o Governo tem em curso. Tudo, a partir da escrita vertida no seu último livro “Volta a Portugal”, que já vai na segunda edição.

O inusitado resultado, que está nas vossas mãos com a presente edição deste “AgroVida”, tem tanto de surpreendente como de enriquecedor. Álvaro Domingues não teme o politicamente incorreto e tem o desconcertante poder de nos fazer descer à terra, nos obrigar a desconstruir imagens, conceitos e argumentos e de, à roda disso, descortinar soluções onde elas por vezes escasseiam ou nem sequer as víamos.

E se, à primeira vista, Geografia pouco ou nada pode ter a ver com Agricultura, fiquem a saber que as fronteiras também aqui se esbatem e que, afinal, a globalização não são só ervilhas, computadores e automóveis que circulam no mundo, mas que as madeiras e a pasta de papel fazem crescentemente parte desse processo.

Desfrutem. Esta é uma viagem singular da Geografia pelo denso território da Agricultura.

 

→Descarregue aqui o suplemento Agrovida de Fevereiro 2018←

 

 

Comente este artigo
Anterior Governo concedeu apoios sem precedentes para agricultores afetados pelos incêndios
Próximo Medidas de facto justas e eficazes para acudir aos prejuízos dos Incêndios rurais.

Artigos relacionados

Últimas

Pedrógão Grande: Ex-presidente do IHRU acusa Fundo Revita de “gestão fraudulenta”

[Fonte: O Jornal Económico]

O ex-presidente do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) Victor Reis afirmou hoje, no parlamento, que a introdução da figura do domicílio fiscal no regulamento do Fundo Revita potenciou a “gestão fraudulenta, que propicia a burla”. […]

Nacional

Svenska Skogsplantor pára de usar tratamentos químicos no pinho

[Fonte: Gazeta Rural]

Svenska Skogsplantor pára de usar tratamentos químicos no pinho
A Svenska Skogsplantor (SSP) decidiu deixar de usar pesticidas químicos contra o gorgulho do pinheiro nas plantas dos seus viveiros. Esta decisão será aplicável a todas as entregas a partir da Primavera de 2020. […]

Últimas

Workshop na Universidade do Algarve vai ensinar a “ser bom médico”

O workshop “Ser bom médico significa fazer 100% do que há para fazer e fazer 0% do que não há para fazer”, pelo «conceituado e heterodoxo» médico espanhol Juan Gérbas, realiza-se a 9 de Junho, das 14h00 às 18h00, no Anfiteatro Teresa Gamito, no Campus de Gambelas da Universidade do Algarve (UAlg), […]