FSC® promove incentivos para a valorização dos Serviços dos Ecossistemas

FSC® promove incentivos para a valorização dos Serviços dos Ecossistemas

O Forest Stewardship Council (FSC) ajuda a cuidar das florestas do mundo há mais de duas décadas, garantindo que as florestas são geridas de forma responsável.

Para além dos seus bens e produtos, a floresta providencia muitos outros benefícios. Os serviços dos ecossistemas reflectem o verdadeiro valor da floresta, e estão associados à conservação da biodiversidade, sequestro e armazenamento de carbono, conservação do solo, qualidade dos recursos hídricos e serviços de recreio e lazer.

Os serviços dos ecossistemas são assim um dos verdadeiros aliados quando realizamos a nossa vulnerabilidade aos efeitos das alterações climáticas.

As empresas enfrentam crescente pressão para garantir a sustentabilidade dos seus abastecimentos e operações, e precisam de ferramentas para poder comunicar como suportam impactos positivos, dando cumprimentos aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Na verdade, todos nós, também enquanto indivíduos e/ou Sociedade, usamos e dependemos dos Serviços dos Ecossistemas, pelo que se torna fundamental a criação de novos incentivos para que os proprietários florestais protejam estes bens valiosos, para benefício de todos.

Reconhecendo a importância de valorizar os Serviços dos Ecossistemas, e com base numa certificação reconhecida internacionalmente, o FSC desenvolveu novas ferramentas que permitem aferir a preservação dos benefícios naturais, incentivando e recompensando os gestores florestais que promovem uma gestão florestal responsável.

O Procedimento dos Serviços dos Ecossistemas do FSC, é assim um modelo de incentivo económico adicional para gestores florestais certificados, e uma forma concreta e reconhecida para a protecção e o restauro de serviços de ecossistema florestais.

Como funciona?

Quantificar: com esta metodologia, os gestores florestais certificados pelo FSC podem demonstrar os impactos positivos das suas actividades de gestão florestal nos serviços ecossistémicos;

Transparência: os impactos são verificados por auditores externos e é elaborado um relatório de auditoria;

Alegações: Governos, Investidores e Empresas, poderão ter a garantia de que os projectos que apoiam estão a contribuir para a preservação dos serviços dos ecossistemas e fazer alegações sobre esses impactos verificados;

Agregar valor: vendedores e compradores de activos ambientais (por exemplo, créditos de carbono) de florestas certificadas pelo FSC, poderão aumentar o valor desses activos adicionando informações sobre os impactos nos restantes serviços do ecossistema.

O Procedimento dos Serviços dos Ecossistemas do FSC, fornece assim dados reais, auditados e georreferenciados, sobre o impacto dos investimentos realizados em projectos desta natureza.

O FSC Portugal, em colaboração com os Titulares de Certificado a nível nacional, dispõe já de algumas áreas identificadas, onde foi aferido o potencial para a verificação do impacto da gestão florestal ao nível da conservação da biodiversidade, sequestro e armazenamento de carbono, conservação do solo, qualidade dos recursos hídricos e serviços de recreio e lazer.

Tem áreas florestais certificadas pelo FSC que contribuem activamente para a proteção e o restauro de serviços de ecossistema florestais?

Quer apoiar projectos que ajudam a criar impactos positivos sobre os Serviços dos Ecossistemas?

Comente este artigo
Anterior PAN propõe 10% do Orçamento para reforçar proteção dos animais usados em investigação. Foi chumbado
Próximo Nova proposta do orçamento plurianual da UE continua a prever cortes na coesão e PAC

Artigos relacionados

Sugeridas

Concurso CA de ideias inovadoras

Convite para assistir à sessão de início do concurso de ideias inovadoras a realizar em Universidades e Politécnicos da região do Alentejo e da região do Lezíria do Tejo no âmbito do Protocolo Grupo Crédito Agrícola (GCA) e a Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL). […]

Últimas

Biólogos recuperam habitats naturais nas Berlengas

Uma equipa de biólogos esteve a remover espécies invasoras e a instalar ninhos artificiais na Reserva Natural das Berlengas nos últimos cinco anos para, […]