Fórum Internacional Territórios Relevantes para Sistemas  Alimentares Sustentáveis – 17 a 21 de julho – Idanha-a-Nova

Fórum Internacional Territórios Relevantes para Sistemas Alimentares Sustentáveis – 17 a 21 de julho – Idanha-a-Nova

Compromisso internacional pela sustentabilidade alimentar é assumido em Portugal

Num momento em que os limites do planeta estão a ser ultrapassados e parte significativa da população mundial está má nutrida, em grande parte pelo modo em que estamos a produzir alimentos, será assumido em Portugal um renovado compromisso pela sustentabilidade alimentar. 

Assim, de 17 a 21 de julho, em Idanha-a-Nova, estarão reunidos, no âmbito do FISAS – Fórum Internacional Territórios Relevantes para Sistemas Alimentares Sustentáveis – mais de meia centena de especialistas, agricultores familiares e consumidores de alimentos, bem como decisores políticos provenientes de quinze países de quatro continentes, para debater e aprovar um compromisso internacional para a promoção de sistemas alimentares sustentáveis. Confirmadas estão as presenças de José Graziano da Silva, Diretor-Geral da FAO, Luís Capoulas Santos, Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural de Portugal, e ministros e representantes de governos de todos os países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Resultante de um processo que envolve atores locais, nacionais e globais numa ação inédita em Portugal, o FISAS abarca uma série de iniciativas interligadas: o V Fórum Mundial de Inovação Rural; o SIPAM (Seminário Internacional Sistemas Importantes do Património Agrícola Mundial e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Caminhos para a Cooperação); o I Congresso Internacional das Bio-Regiões; e a Oficina Políticas Públicas Locais para a Sustentabilidade Alimentar – cujas conclusões irão servir de base a um compromisso político que dará sequência à Reunião de Alto Nível sobre Agricultura Familiar, realizada em 2018, em Lisboa.

No encerramento do evento, será assim aprovada uma “Declaração para a Promoção de Sistemas Alimentares Sustentáveis”, documento de referência para a ação governativa e programas que se destinem a promover uma urgente mudança para sistemas alimentares mais sustentáveis em Portugal e noutros países da CPLP.

O programa do FISAS, composto por intercâmbios de conhecimento e de boas práticas agrícolas, visitas de campo e conferências em torno da agroecologia, agricultura familiar, agricultura biológica, acesso a recursos naturais, alterações climáticas, património agrícola e biodiversidade, pode ser consultado em fisas.org, onde também pode ser feita a inscrição gratuita.

Mais informações:  www.fisas.org

Um dos principais objectivos deste Fórum é produzir conhecimento e recomendações políticas para a construção de uma abordagem coordenada para a promoção de sistemas alimentares e dietas sustentáveis no quadro da Estratégia de Segurança Alimentar e Nutricional da CPLP, da Década da Agricultura Familiar e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O FISAS será um espaço plural, abrigando o Seminário Internacional Sistemas Importantes do Património Agrícola Mundial, o Congresso Internacional das Bio-Regiões, o Fórum Mundial de Inovação Rural e a Oficina Políticas Públicas Locais para a Sustentabilidade Alimentar, além de intercâmbios de conhecimento, visitas de campo e exposição de boas práticas.

Assim, estarão reunidos, no âmbito do FISAS mais de meia centena de especialistas, agricultores familiares e consumidores de alimentos, bem como decisores políticos provenientes de quinze países de quatro continentes, para debater e aprovar um compromisso internacional para a promoção de sistemas alimentares sustentáveis. Confirmadas estão as presenças de José Graziano da Silva, Diretor-Geral da FAO, Luís Capoulas Santos, Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural de Portugal, e ministros e representantes de governos de todos os países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Resultante de um processo que envolve atores locais, nacionais e globais numa ação inédita em Portugal, o FISAS abarca uma série de iniciativas interligadas:

  • V Fórum Mundial de Inovação Rural

Terá como base a seleção, a apresentação e a discussão de boas práticas territoriais de políticas públicas, do acesso a recursos naturais, de modos de produção, organização e acesso a mercados, bem  como a valorização do património alimentar de Angola, Brasil, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Portugal. Ainda no âmbito deste fórum, será lançado o Prémio Mundial de Inovação Rural, que visa distinguir as melhores práticas neste âmbito.

  • SIPAM (Seminário Internacional Sistemas Importantes do Património Agrícola Mundial e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Caminhos para a Cooperação)

Pré-identificados ou classificados como prioritários em Portugal, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Angola e São Tomé Príncipe, existem sistemas agrícolas e alimentares que se encontram, atualmente, ameaçados, cuja preservação dinâmica é fundamental. A realização deste Seminário irá contribuir para uma maior percepção da relação entre a proteção dinâmica destes sistemas e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e estabelecer parcerias com outras iniciativas no quadro da implementação da atividade de promoção de sistemas alimentares e dietas sustentáveis na CPLP. Neste contexto, será avaliada a possibilidade dos Sistemas Importantes do Património Agrícola Mundial, e respetivos planos de preservação dinâmica, poderem constituir núcleos virtuosos de um pacto territorial amplo conformado por uma bio-região. 

  • I Congresso Internacional das Bio-Regiões

Este Congresso permitirá realizar um intercâmbio de conhecimentos sobre os desafios da implementação das Bio-Regiões em várias dimensões, nomeadamente: produtividade e diversificação produtiva; meio ambiente; economia; saúde e nutrição. Por outro lado, permitirá discutir a possibilidade de uma parceria com a iniciativa SIPAM  no quadro da implementação da atividade de promoção de sistemas alimentares e dietas sustentáveis na CPLP.

  • Oficina Políticas Públicas Locais para a Sustentabilidade Alimentar

Esta iniciativa terá como meta principal trocar conhecimentos sobre boas práticas de políticas públicas locais para a promoção da segurança alimentar e nutritional e de sistemas alimentares sustentáveis, e discutir a sua importância no quadro da implementação de sistemas alimentares e dietas sustentáveis na CPLP. Será possível avaliar a possibilidade de articulação  dos planos de preservação dinâmica de SIPAMs e dos pactos para a  implementação de bio-regiões em políticas públicas locais para a promoção de sistemas alimentares e dietas sustentáveis, assim como discutir a implementação destas políticas e a sua relação com outras estruturas noutros níveis territoriais, nomeadamente, com os Conselhos Nacionais de Segurança Alimentar e Nutricional dos Estados-Membros da CPLP.

Comente este artigo
Anterior UE reforça segurança fitossanitária nas fronteiras. Novas regras a 14 de Dezembro
Próximo Maçã: Brasil colhe menos, mas avança em qualidade

Artigos relacionados

Eventos

Mercado Fora d’Horas – 05 de Julho de 2017 – Mercado Municipal de Silves

A primeira das 3 noites do Mercado Fora d’Horas de 2017 foi aromática e emotiva. O público aderiu deliciando-se com as atividades em torno das ervas aromáticas. […]

Eventos

AEA e ASAE desenvolvem workshop sobre Segurança Alimentar – Rotulagem – 06 de Julho 2017 – Amarante

Será no próximo dia 06 de Julho, pelas 15h00, no Auditório da Casa da Portela, em Amarante, que irá acontecer a próxima sessão de trabalho, […]

Últimas

Agroglobal adiada para 6, 7 e 8 de julho de 2021

Queríamos mesmo fazer a Agroglobal na data prevista. A crise atual é muito relevante para o setor agrícola e a Agroglobal poderia ser um momento de […]