Feira Nacional de Agricultura recebe Phil Hogan

Feira Nacional de Agricultura recebe Phil Hogan

A 56ª Feira Nacional de Agricultura (FNA) regressa entre os dias 8 e 16 de junho ao Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), em Santarém, e este ano tem como foco ‘A Vinha e o Vinho’. Na edição deste ano, o evento recebe o Comissário Europeu para a Agricultura.

À semelhança das anteriores edições, a FNA de 2019 irá ser palco das diferentes formas de vinha existentes no país no grande pátio junto à entrada principal do centro de exposições, uma ideia que “começa a ser uma imagem de marca” da feira, de acordo com Eduardo Oliveira e Sousa, presidente do CNEMA e da CAP.

De acordo com a organização, a escolha do tema é justificada pela importância que a vinha e o vinho têm vindo a assumir na economia e na agricultura do país, pelo seu peso na balança externa e pela “qualidade crescente” que tem permitido a conquista de prémios internacionais, defende ainda o presidente da CAP.

Na edição deste ano, para além dos habituais colóquios e seminários sobre o tema, haverá ainda lugar para experiências que permitirão escolher o copo certo, ou o prato mais indicado ou a temperatura para cada vinho, além de cursos de iniciação à prova de vinhos, provas temáticas de vinhos do Porto, Madeira e Moscatel de Setúbal, ‘masterclass’ de vinhos Casta Negra Mole, de Fernão Pires e de Vinhos Velhos.

Destaque ainda para uma ação da Comissão Europeia, que pela primeira vez instala um pavilhão na FNA e trará vários representantes a seminários e colóquios técnicos, com destaque para a presença, no dia 14 de junho, do Comissário Europeu para a Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior 2º Colóquio sobre o Uso Sustentável dos Pesticidas realiza-se a 3 de junho
Próximo Candidata do PS Madeira ao Parlamento Europeu quer mais incentivos à agricultura biológica

Artigos relacionados

Últimas

Insecticidas com lambda-cialotrina têm novas regras. Saiba quais

Os insecticidas com a substância activa lambda-cialotrina têm novos limites máximos de resíduos (LMR). Por isso, a DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária emitiu um esclarecimento, […]

Sugeridas

Entrevista de Eduardo Oliveira e Sousa à Antena1 e ao Jornal de Negócios

Conversa Capital com Eduardo Oliveira e Sousa

Ainda há esperança, diz o presidente da CAP referindo-se à situação da agricultura decorrente da seca. […]

Dossiers

“Cultura de canábis pode gerar uma mais-valia por hectare completamente inédita”

Fonte: [dinheiro-vivo]
A canábis medicinal pode ser a próxima aposta agrícola no Alqueva, depois do olival e da amêndoa. […]