Floresta sem gestão pode perder €700 milhões/ano

Floresta sem gestão pode perder €700 milhões/ano

Programa do Plano Nacional de Gestão Integrada de Fogos Rurais prevê a execução de 200 medidas para valorizar a floresta nos próximos 10 anos.

A Agência de Gestão Integrada dos Fogos Rurais (AGIF) já fez as contas: se Portugal não cumprir o programa de medidas para a valorização económica e ambiental da floresta pode perder 700 milhões de euros por ano, valor que inclui os prejuízos diretos dos incêndios, bem como a riqueza que não seria criada. Esta análise prospetiva reflete as consequências de chegarmos a 2030 sem nada ter sido feito em matéria de gestão para melhorar e minimizar riscos, já que as alterações climáticas tornam a floresta nacional cada vez mais vulnerável aos incêndios.

O Programa de Ação do Plano Nacional de Gestão Integrada de Fogos Rurais (PNGIFR) prevê a execução de 200 medidas, nos próximos 10 anos, para valorizar a floresta e a AGIF aposta na monitorização deste programa, para garantir que, tanto o Estado como os privados, cumprem os objetivos delineados.

Caso sejam cumpridas as medidas previstas nos 97 projetos organizados em 28 programas, a AGIF prevê que a área ardida anual não ultrapasse os 60 mil hectares. Mas para isso, o investimento anual do Sistema Integrado de Gestão de Fogos Rurais teria de passar dos 264 milhões de euros de 2019, para cerca de 635 milhões anuais na próxima década.

O artigo foi publicado originalmente em Produtores Florestais.

Comente este artigo
Anterior Fornos de Algodres faz balanço positivo da Feira Digital do Queijo Serra da Estrela
Próximo UPL lança Spirox® D - novo fungicida para controlo do oídio e black rot da videira

Artigos relacionados

Nacional

Carlos Moedas: Rombo do Brexit obriga a aumentar contribuições para o orçamento comunitário

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, (à esq) e o comissário europeu Carlos Moedas (à dir) defendem a necessidade de aumentar as contribuições dos Estados membros para o Orçamento da União Europeia. […]

Últimas

O que se pode fazer durante o estado de emergência

O decreto do Governo que concretiza as medidas do estado de emergência devido à pandemia de Covid-19 estabelece “o dever geral de recolhimento domiciliário”, […]

Últimas

Live-stream Agroglobal 2020: Portugal no futuro, uma visão estratégica para Agricultura, Alimentação e Território – 11 de setembro – manhã

Live-stream Agroglobal 2020: Portugal no futuro, uma visão estratégica para Agricultura, Alimentação e Território – 11 de setembro – manhã […]