Feira Nacional dos Frutos Secos espelha aliança entre tradição e inovação

Feira Nacional dos Frutos Secos espelha aliança entre tradição e inovação

A 34.ª Feira Nacional dos Frutos Secos vai ter lugar de 3 a 6 de outubro, na Praça 5 de Outubro e Praça dos Claras, em Torres Novas. Estarão presentes mais de 70 expositores, de frutos secos, produtos locais, gastronomia e artesanato.

Este é um evento de cariz tradicional, que espelha uma aliança entre a tradição e a inovação, conjugando objetivos de diferenciação e de qualidade, de transmissão de conhecimento e de envolvimento da comunidade torrejana e dos visitantes.

Tem como principais objetivos dinamizar e dignificar o setor dos frutos secos e passados, criar momentos etnográficos representativos da cultura rural local, afirmar o Figo Preto de Torres Novas enquanto produto diferenciador e de identidade local. Também preservar os saberes e sabores associados aos frutos secos, com principal destaque para a tradição, cultura e património torrejanos e afirmar Torres Novas enquanto palco de eventos nacionais de destaque e de qualidade.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior O montado ibérico desafia as alterações climáticas
Próximo Carta aberta da ACBM ao Senhor Reitor da Universidade de Coimbra

Artigos relacionados

Últimas

Food security & Climate change post-COVID – Improving the sustainability of EU agriculture

The Covid-19 pandemic has raised questions about the fragility of our food supply, putting food security back on the agenda. Coupled with the on-going […]

Últimas

Conhecidos os Melhores Verdes 2020

O Concurso “Os Melhores Verdes”, promovido anualmente pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), acaba de eleger os 14 […]

Últimas

TOP 5 das notícias, mais lidas, da semana

As notícias mais lidas e partilhadas da semana. Para as ler ou reler clique nas imagens.

1-34ª Ovibeja – 27 de Abril a 1 de Maio 2017 – Beja

2-Lusiaves quer incentivar jovens a criarem o seu próprio negócio no setor avícola

3-Sabe quem está a marcar a agricultura portuguesa? […]