Feira de Queijos do Continente promove mais de 30 produtores nacionais

Feira de Queijos do Continente promove mais de 30 produtores nacionais

A Feira Queijos de Portugal do Continente, que começa hoje em todas as lojas da marca em território continental, junta mais de 30 produtores nacionais do sector e dá destaque a dezenas de queijos tradicionais das regiões das Beiras, Alentejo, Açores, Estremadura, Minho e Trás-os-Montes, com o objetivo de ajudar a escoar a produção nacional e a promover o consumo de produtos portugueses.

No primeiro trimestre de 2020, as compras do Continente de queijos portugueses cresceram 6% face ao período homólogo, superando os 22 milhões de euros. Já foram compradas, este ano, mais de 3.500 toneladas de queijos nacionais, feitos com mais de 35 milhões de litros de leite.

O Ministério da Agricultura e as organizações de produtores têm apelado aos portugueses para a necessidade de aumentarem o consumo destes produtos, para melhorar o escoamento das produções destas empresas, muitas delas inseridas em regiões do interior e que são importantes para manter ativa a rede de pastoreio de pequenos ruminantes (ovelhas e cabras).

Como forma de apoiar este setor, que se encontra fragilizado devido à pandemia de Covid-19, o Continente está a colaborar diretamente com os produtores com o objetivo de se fazer a melhor gestão das produções. Através do seu Clube de Produtores Continente alargou a gama de queijos tradicionais portugueses com a inclusão de novos membros/novos produtores e criou um programa de pagamentos rápidos para ajudar a gestão de tesouraria dos seus pequenos produtores. 

“O Clube de Produtores Continente é uma rede sustentável e sólida de apoio à produção nacional. A Feira Queijos de Portugal vem ajudar os produtores a encontrarem alternativas ao encerramento da restauração e hotelaria e a outras consequências da crise que vivemos. Nesta feira, os nossos clientes poderão levar para casa e criar com a família uma experiência única de sabores!”, afirma Ondina Afonso, presidente do Clube de Produtores Continente.

As compras do Continente a produtores nacionais têm aumentado progressivamente, sendo que em 2019 foram adquiridas mais de 15 mil toneladas em queijos nacionais feitos com 150 milhões litros de leite 100% português.

O objetivo do CPC é disponibilizar produtos nacionais de excelência aos clientes, resultantes de um trabalho de parceira com os produtores, com suporte em conhecimento técnico-científico e que permite alinhar a oferta às tendências de consumo.

É também aposta do Clube o apoio à produção local, a produtores de pequena escala, conseguindo abastecer algumas lojas da cadeia de retalho Continente, traduzindo-se numa oferta de “Produtos da Região”.

A Distribuição Alimentar foi identificada como um serviço crítico pelo Governo e a Sonae MC está consciente da sua responsabilidade para com o país, seguindo assim as orientações da Direção Geral de Saúde e do Ministério da Economia.

Comente este artigo
Anterior Mercado Tradicional de Estremoz está de volta a 2 de Maio
Próximo ADIADO - SIMA - 6 a 10 de novembro - Paris

Artigos relacionados

Últimas

ACOS faz formação: Conduzir e Operar com o Tractor em Segurança para Técnicos

A ACOS – Associação de Agricultores do Sul vai realizar, em 17 de Setembro, uma acção de “Conduzir e Operar com o Tractor em Segurança para Técnicos”, […]

Candidaturas e pagamentos

PDR2020: Cooperação interterritorial e transnacional dos GAL

Aberto de 21 de Outubro de 2019 às 10:00 a 31 de Janeiro de 2020 às 16:59 […]

Internacional

Can the gene editing technology known as CRISPR help reduce biodiversity loss worldwide?

Though scientists are optimistic that CRISPR could help, they also emphasize caution and community engagement in order to get it right. […]