Feira de Agosto em Grândola destaca produção de arroz e azeite – 26 de agosto

Feira de Agosto em Grândola destaca produção de arroz e azeite – 26 de agosto

[Fonte: Gazeta Rural]

A edição deste ano da Feira de Agosto, em Grândola, que começa esta quinta-feira, aposta nos recursos endógenos, dando destaque aos sectores do arroz e do azeite, disse o presidente do município.

O certame, a decorrer até ao dia 26 deste mês, é organizado pela Câmara Municipal de Grândola, que investe “mais de 400 mil euros” para “promover o território” e os produtos locais, enquanto factores de “desenvolvimento económico” deste concelho do litoral alentejano.

“Não queremos perder as nossas raízes e os recursos endógenos, que são no fundo uma das razões da atractividade do concelho de Grândola, vão ser o grande destaque dos cinco dias da feira”, disse à agência Lusa o presidente da câmara municipal, António Figueira Mendes.

Além da “nova dinâmica turística e industrial”, a feira quer promover “a riqueza que provém da terra”, como as vertentes da agricultura e da floresta, dedicando uma área expositiva ao processo produtivo da cultura tradicional e actual do arroz e ao processo tradicional da apanha da azeitona que continua a efectuar-se de forma manual.

“Ainda produzimos bastante arroz e, em menor quantidade, azeite, que teve uma importância muito grande na economia local com vários lagares que, entretanto, foram desaparecendo. Mas depois temos o medronho, o mel, o queijo, os enchidos e o vinho que enriquecem a gastronomia local”, adiantou.

Segundo o autarca, apesar das potencialidades e da apetência dos solos para o sector agrícola, os pequenos agricultores do concelho “têm, muitas vezes, dificuldade em escoar os produtos que são cultivados nas suas terras, como a famosa batata-doce do Carvalhal”.

No evento, que todos os anos leva ao recinto “mais de 100 mil pessoas”, vai ser debatido “o futuro dos recursos endógenos”, num colóquio onde serão apresentados “casos de sucesso e projectos de produção”, explicou a organização.

A intenção, segundo o autarca, passa por “ajudar os agricultores a organizarem-se de forma a produzirem e a escoarem os seus produtos que às vezes acabam por se estragar”.

“No concelho de Grândola temos alguns exemplos de agricultura biológica com a entrega ao domicílio de cabazes e são essas actividades que queremos divulgar”, sublinhou.

“Vamos ainda simular, na nave central dos pavilhões de exposição, uma taberna onde os produtores de vinho do litoral alentejano vão ter vinhos à venda acompanhados pelos produtos endógenos, como os queijos e os enchidos”, acrescentou.

Este ano, o certame, que conta com cerca de 410 expositores das mais variadas áreas da economia regional, feira franca, tasquinhas com gastronomia local e uma zona de diversões, aumentou a área de exposição de artesanato da região.

O recinto da feira conta também com uma Praça Rural para exposição de gado, um picadeiro onde se realizam provas de hipismo, equitação, ‘agility’ e um festival hípico.

David Carreira, Dynamic Duo, dj Mastiksoul, Miguel Ângelo, Banda da Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense, Blaya e Xutos e Pontapés são os artistas que vão actuar no palco principal do certame.

Fonte: Sapo.pt

Comente este artigo

O artigo Feira de Agosto em Grândola destaca produção de arroz e azeite - 26 de agosto foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Anterior Mação congratula-se por passo dado com plano de recuperação florestal
Próximo Alemanha encomenda três milhões de euros de canábis à Tilray Portugal

Artigos relacionados

Últimas

À boleia da greve estudantil, Governo lança campanha nas escolas sobre a floresta

[Fonte: Público]

O Governo vai promover debates numa centena de escolas, de Norte a Sul do país, para sensibilizar e informar os alunos sobre os assuntos da floresta. A Greve Climática Estudantil, realizada na sexta-feira, […]

Nacional

“Um barril de pólvora”. Distribuição dos fundos comunitários deixa técnicos florestais pessimistas

[Fonte: Rádio Renascença]
Estado português deixa várias dezenas de projectos de valorização da floresta sem fundos comunitários.

Os técnicos florestais estão pessimistas após a divulgação dos resultados da distribuição de fundos comunitários para o sector, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 (PDR 2020). […]

Eventos

Seminário “Florestas e baldios: perspetivas futuras” – 5 de Novembro – Coimbra

A CNA promove, no próximo dia 5 de Novembro, um seminário sobre o tema “Floresta e Baldios: Perspectivas Futuras”, na Escola Superior Agrária de Coimbra (Auditório H1), entre as 14:30 h e as 18:00 h, com vista a debater e a fazer uma reflexão sobre a gestão dos recursos florestais e o papel dos Baldios. […]