Fábrica de bagaço de azeitona empesta o ar em Parceiros de Igreja

Fábrica de bagaço de azeitona empesta o ar em Parceiros de Igreja

Um odor nauseabundo e a poluição proveniente de uma unidade de queima de bagaço de azeitona está a revoltar a população. O problema arrasta-se há vários anos e tem vindo a intensificar-se nas últimas semanas. As queixas chegaram à IGAMAOT e à Câmara de Torres Novas, que efectuou uma vistoria de urgência às instalações e aguarda o relatório para decidir o que fazer.
Os maus cheiros e a poluição causados por uma fábrica de processamento de bagaço de azeitona em Parceiros de Igreja estão a desesperar a população dessa aldeia do concelho de Torres Novas e também de localidades do concelho vizinho de Alcanena. A situação já se arrasta há vários anos e tem-se agravado nas últimas semanas quando a fábrica começou a laborar por maiores períodos.

Alguns moradores criticam a passividade das entidades de fiscalização ambiental em identificar e notificar os responsáveis e pedem respostas rápidas temendo problemas para a saúde causados pela poeira negra que assenta nas casas, roupas e terrenos agrícolas. “Não conseguimos ter uma janela aberta […]

Continue a ler este artigo no O Mirante.

Comente este artigo
Anterior Portugal Fresh lança Fresh Talks para promover setor das frutas, legumes e flores
Próximo Crianças vão enfrentar três vezes mais desastres climáticos do que os seus avós

Artigos relacionados

Sugeridas

“O desafio passa por fazer uma intensificação sustentável e tornar o sistema resiliente”

É especialista em micorrizas arbusculares em contexto de agricultura de conservação, um tema que estuda há 25 anos. Isabel Brito, professora na Universidade de Évora, […]

Sugeridas

Setor do leite quer lutar contra a “desinformação” e contrariar as “teses alarmistas e veganistas”

A diretora Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Carla Alves, defendeu hoje, em Esposende, que o setor leiteiro precisa de apostar na informação sobre os benefícios do consumo do leite, […]

Sugeridas

A maior área ardida dos últimos 3 anos

Portugal é o segundo país com mais hectares ardidos na Europa em 2020, ultrapassado apenas pela Roménia. […]