Eurodeputados retiram apoios à criação de touros bravos para fins tauromáquicos

Eurodeputados retiram apoios à criação de touros bravos para fins tauromáquicos

Segundo avançou ao final desta manhã a TVI 24 O Parlamento Europeu passou a emenda proposta pelos Verdes para a nova Política Agrícola Comum e que proíbe os apoios financeiros à criação de touros bravos cujo destino final é a venda para fins tauromáticos.

A maioria dos deputados apoiou a emenda que foi promovida pelo eurodeputado português Francisco Guerreiro – que se desvinculou recentemente do PAN – ao documento da PAC, elaborado pelo conservador alemão Peter Jahr. A aprovação foi garantida por 335 votos a favor, 297 contra e 60 abstenções. Os Verdes, a Aliança Progressista dos Socialistas e Democratas e a Esquerda Unitária Europeia apoiaram a emenda, cujo texto destaca que dos apoios à produção “serão proporcionalmente excluídas as cabeças de gado cujo destino final seja a venda para atividades relacionadas com a tauromaquia”, seja de forma direta ou através de intermediários.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Campanário.

Comente este artigo
Anterior 500 mil euros de financiamento para «Condomínio de Aldeias» em 11 municípios
Próximo Plano de Recuperação e Resiliência tem 270 ME para paisagem da floresta - Governo

Artigos relacionados

Últimas

Maçussa, a aldeia ribatejana que une Portugal e Nepal com os seus cereais salvos da extinção

[Fonte: Sapo.pt] Chegados à aldeia de Maçussa, na Azambuja, temos encontro marcado com dois empreendedores: o português, sociólogo e também produtor agrícola, […]

Eventos

FSC FRIDAY 2019 – Florestas para todos para sempre – 27 de setembro – Lisboa

Dia 27 de setembro de 2019, em Lisboa o Conselho de Manejo Florestal sediará o ‘FSC Friday’, um evento anual criado para aumentar a conscientização sobre o manejo florestal responsável. […]

Nacional

CAL elege nova direcção. Lista liderada por Moçambique tem todos os países da CPLP

A CAL — Câmara Agrícola Lusófona reúne-se em assembleia geral no próximo dia 5 de Dezembro, nas instalações do CEC – […]