Eucaliptos vão dar lugar a azinheiras, medronheiros e a uma central solar na mina de S. Domingos

Eucaliptos vão dar lugar a azinheiras, medronheiros e a uma central solar na mina de S. Domingos

Governo está a investir 20 milhões de euros na valorização de uma zona degradada e já foi anunciada a instalação de um projecto de energia solar que não tinha avançado em 2004.

A empresa La Sabina Sociedade Mineira e Turística, SA, proprietária do antigo complexo mineiro de S. Domingos, comunicou à Câmara de Mértola que vai substituir o velho eucaliptal que está a cortar por outro tipo de árvores, como azinheiras e medronheiros e revelou a intenção de “desenvolver um parque solar”. Porém, até ao momento, ainda não foi solicitado qualquer tipo de licença/autorização para esta instalação e o corte das árvores suscitou alguma inquietação.

“Melhorar a exploração da parcela”, ou seja de uma área com cerca de 600 hectares, foi a primeira explicação pública conhecida que a La Sabina apresentou desde que iniciou o corte das árvores em Março passado.

A empresa confirmou junto da autarquia que pretende instalar um parque solar, projecto que já tinha procurado dinamizar em 2005, para ocupar uma área com 250 hectares e ali produzir 116 megawatts de potência.

Mas apesar do projecto para a instalação de uma central fotovoltaica ainda não ter dado entrada na entidade licenciadora do ponto de vista técnico, a Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG), a limpeza do terreno prossegue com o corte de eucaliptos para assim libertar a área que a La Sabina pretende ver ocupada por uma central solar.

Em simultâneo, está a decorrer a recuperação do antigo complexo mineiro que incide na descontaminação de águas e solos e inclui obras de recuperação do sistema de canais de recolha de águas de escorrência superficial na margem esquerda

Continue a ler este artigo no Público.

Comente este artigo
Anterior Live-stream: A importância dos novos canais de comunicação no sector agroalimentar
Próximo Oferta de emprego - Técnico de Gestão de Contratos - Agrónomo - Lisboa

Artigos relacionados

Últimas

Batata de Portugal já pode ser exportada para o Qatar

O Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural anunciou hoje, 10 de Abril, a abertura do mercado do Qatar à exportação de batatas. […]

Candidaturas e pagamentos

PDR2020: Jovens Agricultores

O Ministério da Agricultura abriu hoje dois avisos do PDR2020 para apoio à instalação de jovens agricultores em territórios de baixa densidade, através de um prémio à primeira instalação e apoio [..

Sugeridas

Existem 140 produtores biológicos certificados nos Açores, afirma João Ponte

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou hoje, na ilha Terceira, que a agricultura biológica está no bom caminho nos Açores, conforme atestam um conjunto de indicadores que dão […]