Biofungicidas – projeto NASPA

Biofungicidas – projeto NASPA

Este estudo foi realizado no âmbito do projeto NASPA – Natural fungicides against air & soil borne pathogens in the Atlantic Area, que junta 17 parceiros (cientistas e indústria) de Espanha, França, Irlanda, Portugal e Reino Unido.

Início: 12/2017 Fim: 2020 Orçamento: 2.3 M €

Objetivo:

Encontrar substitutos naturais baseados em macroalgas marinhas para produtos químicos utilizados na agricultura, especialmente herbicidas, fungicidas e fertilizantes, estimulando uma agricultura mais verde e sustentável em toda a zona Atlântica.

Resultados:

As várias experiências comparativas realizadas «demonstraram que os compostos bioativos extraídos do sargaço são bem mais eficazes que o substrato comercial da alga Ascophyllum nodosum. Observou-se, também, um bom desempenho do sargaço como bioestimulante (ativa o sistema imunitário das plantas para se protegerem, por exemplo, de pragas) e como fertilizante», afirmam João Cotas e Leonel Pereira, investigadores do MARE.Estudo conclui que o Sargaço tem elevado potencial antifúngico para uso agrícola

O extrato de sargaço, uma mistura de diferentes algas marinhas castanhas muito abundante em Portugal, apresenta um potencial como biofungicida para uso agrícola muito superior ao da alga Ascophyllum nodosum – há muito tempo usada pela indústria para este fim -, conclui um estudo desenvolvido por uma equipa de investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), com a colaboração da Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC).

No final do projeto, que deverá estar concluído dentro de dois anos, os parceiros envolvidos vão fornecer um conjunto de abordagens alternativas aos pesticidas sintéticos tendo em vista uma redução global de 50% no consumo de pesticidas, exigida pelo Acordo de Grenelle, bem como a diminuição da emissão de gases de efeito estufa do setor agrícola.

→ Consulte mais informação aqui ←

*Fotografia em destaque de Jardel Mineiro

Comente este artigo
Anterior Pesticidas Causam Autismo? O Que Podemos Aprender Com Este Novo Estudo…
Próximo Afinal qual é o problema dos plásticos? Continente responde com site

Artigos relacionados

Nacional

PDR 2020: Coimbra tem 200 mil euros para investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas

O Grupo de Acção Local CoimbraMaisFuturo – CMF – Associação de Desenvolvimento Local de Coimbra, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 (PDR 2020), […]

Notícias PAC pós 2020

Nueva campaña del FEGA para que se pueda denunciar los casos de fraude en las ayudas de la PAC

El Fondo Español de Garantía Agraria (FEGA) ha recordado en su web que hay un canal habilitado por el Servicio Nacional de Coordinación Antifraude del Ministerio de Hacienda para comunicar cualquier irregularidad o casos de fraude en torno a las ayudas europeas de la Política Agrícola Común (PAC). […]

Dossiers

Agro-piratas, rebaños fantasmas…: Europa detecta un aumento del fraude de los fondos agrícolas

La Oficina de Lucha Europea contra el Fraude (OLAF) advirtió este martes 3 de que ha aumentado el fraude con los fondos agrícolas comunitarios. […]