Estado de Emergência Nacional: A Agricultura tem um papel fundamental

Estado de Emergência Nacional: A Agricultura tem um papel fundamental

Vivemos numa situação extraordinária que já levou a ser decretada a Emergência Nacional, pelo Sr. Presidente da República, para fazer face a pandemia provocada pelo novo coronavírus COVID-19.

Mesmo com as medidas implementadas pelo Governo dos Açores, no âmbito nas suas competências, o novo vírus conseguiu chegar à Região Autónoma. É a realidade que não pode ser ignorada e que vai certamente colocar a prova, uma vez mais, o povo Açoriano que ao longo de séculos tem sabido, com a sua resiliência, ultrapassar muitas catástrofes e a presente é sem dúvida uma ameaça séria que deve ser combatida, por cada um, de uma forma ativa e responsável.

Neste período de perturbação da atividade social e económica, nomeadamente o encerramento de empresas e de serviços públicos não essenciais, é necessário que o setor primário garanta o abastecimento da população que é acompanhado dos vários mecanismos em execução pelo Governo dos Açores, nomeadamente o funcionamento dos matadouros e a certificação sanitária de animais e/ou produtos.

Como sempre e hoje ainda mais, os Agricultores têm um papel fundamental na manutenção da paz social, assegurando a sua atividade diária. Enquanto muitos estão em isolamento voluntário ou em quarentena, todos os dias os Agricultores cumprem a sua rotina, independentemente das ameaças, e imprimem o seu esforço e a sua dedicação para que todos os Açorianos tenham alimento à sua mesa.

Por isso é determinante que o sector agro-alimentar, desde os produtores às indústrias e aos circuitos de comercialização, mantenha o compromisso do abastecimento com a menor perturbação possível.

Esta é uma batalha, por isso nem sempre justa, que requer o empenho de TODOS no cumprimento das recomendações/determinações das autoridades para que possamos rapidamente retornar a normalidade.

Uma palavra final de grande apreço, consideração e dívida para com o esforço e profissionalismo dos agricultores que estou certo é do reconhecimento de todos os Açorianos!

O Presidente

Jorge Rita

Comente este artigo
Anterior Previsão de longo prazo - 23 mar. a 19 abr. 2020
Próximo Pandemia retrai o consumo de queijo

Artigos relacionados

Últimas

REN entrega viaturas a sete corporações de bombeiros voluntários

As Redes de Energéticas Nacionais está a apoiar os bombeiros no âmbito da sua política de apoio às comunidades locais e à prevenção de incêndios […]

Comunicados

DCIAP e IFAP reforçam cooperação ao nível dos procedimentos de comunicação

Na sequência do Protocolo de Colaboração celebrado em 10 de julho de 2020, entre o Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) […]

Últimas

Cotações – Azeite – Informação Semanal – 6 a 12 Abril 2020

Em Portugal, dos 4 meses de laboração dos lagares de azeite, de Outubro 2019 a Janeiro 2020, o rendimento médio da azeitona laborada foi de cerca […]