Encontro Nacional do décimo aniversário da WWOOF será no Fundão a 7 e 8 Setembro

Encontro Nacional do décimo aniversário da WWOOF será no Fundão a 7 e 8 Setembro

Nos dias 7 e 8 de Setembro acontece na KEELA Yoga Farm (Mata da Rainha, Fundão) o Encontro de Aniversário da WWOOF Portugal. Do programa fazem parte workshops de construções ecológicas, agro-floresta, danças tradicionais.

O encontro está aberto a toda a comunidade WWOOF mas também a quem queira juntar-se durante estes dias para aprender mais sobre os temas dos workshops, e sobre a própria associação WWOOF.

2019 é altura de comemorar os 10 anos da WWOOF Portugal (WorldWide Opportunities on Organic Farms), uma associação que põe em contacto voluntários com anfitriões dedicados à produção biológica, permacultura, eco-construções e outras técnicas ecológicas. Trata-se de uma aprendizagem / troca informal em ambos os sentidos, não havendo troca monetária. Os voluntários (WWOOFers) ajudam algumas horas por dia nas quintas e aprendem em primeira mão conhecimentos de agricultura biológica, permacultura, auto suficiência e ecologia. Os anfitriões oferecem estadia e comida, e recebem colaboração nas tarefas da quinta (alimentar os animais, construção de abrigos, plantar legumes, etc).

Alguns relatos de experiências mencionados por pessoas que participaram no programa WWOOF, incluem aspectos como:

Por parte dos anfitriões: “Receber WWOOFers é uma forma de viajar. Com as tarefas da quinta, há poucas possibilidades de sair do país, ir de férias. Acolher pessoas de outras realidades culturais é uma forma de estar em contacto com outras culturas.”

E por parte dos WWOOFers ouvimos com frequência: “Após a experiência de WWOOFing, ganha-se maior consciência sobre a produção alimentar biológica. Quando regressam ao país de origem, passam a produzir alguns legumes em pequenos espaços domésticos, e associam-se também a cooperativas de produtores biológicos locais, que fornecem cabazes semanais.”

A experiência WWOOFing vai muito além de uma forma de viajar. De facto, ninguém paga, mas todos recebem: implica uma atitude de envolvimento, empatia e confiança mútua por ambas as partes, anfitrião e WWOOFer.

O artigo foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Comente este artigo
Anterior Não há cérebro B
Próximo Município de Grândola: Feira de Agosto promove produtos endógenos de 22 a 26 de Agosto

Artigos relacionados

Dossiers

Mercado plano en aceite de oliva


Los precios en origen del aceite de oliva se mantienen sin cambios, según fuentes de Oleoestepa. […]

Últimas

Colóquio sobre controlo de Drosophila suzukii – 9 de maio – Fundão

Na tarde do dia 9 de Maio, o Casino Fundanense, no Fundão, vai acolher o “Colóquio mosca Drosophila suzukii, uma ameaça à produção de cereja: Estratégias para o seu controlo”. […]

Eventos

1º Simpósio INIAV para a Segurança Alimentar – 28 de novembro – Vila do Conde

Decorrerá dia 28 de novembro de 2019 no Auditório Municipal de Vila do Conde, o 1º Simpósio INIAV para a Segurança Alimentar, […]