Encontro internacional sobre fitossanidade, organizado pela AESaVe e Phytoma em Espanha – 1 e 2 de abril

Encontro internacional sobre fitossanidade, organizado pela AESaVe e Phytoma em Espanha – 1 e 2 de abril

A Reitoria da Universidade de Córdoba (UCO) sediará nos dias 1 e 2 de abril a reunião de 2020, Ano Internacional da Fitossanidade: ciência e profissão para produzir mais com menos, organizado pela AESaVe e Phytoma.

O objetivo deste simpósio é analisar, expor, refletir e debater sobre aspetos cruciais da Fitossanidade na Espanha, como ações em Fitossanidade, para que as inovações geradas na pesquisa técnico-científica sejam estendidas ao último agricultor, aconselhado por técnicos devidamente treinados; a colaboração entre os setores público e privado no processo inovador e como a legislação promove a eficiência e a sustentabilidade em Fitossanidade.

Esta reunião também abordará outro aspeto de crescente importância e cuja incidência na Fitossanidade e, portanto, na agricultura não apresenta sinais de diminuição: a invasão de organismos prejudiciais exóticos (pragas, patógenos e ervas daninhas) amplamente liderados por Comércio internacional e mudanças climáticas.

Para garantir o rigor científico e técnico do programa, foi criado um Comitê Científico composto por um grupo de especialistas: Ramón Albajes, Professor de Entomologia da Universidade de Lleida; Rafael M. Jiménez Díaz, Professor Emérito de Patologia Vegetal do Departamento de Agronomia do Etsiam da UCO e do Instituto de Agricultura da CSIC; María Milagros López, professora de pesquisa do Instituto Valenciano de Pesquisa Agrícola; Jordi Recasens, professor de Malherbologia na Universidade de Lleida; e Lola Ortega, diretora de Phytoma-Espanha.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Está a crescer a exportação de frutas e legumes nacionais
Próximo Previsão trimestral Março – Maio 2020

Artigos relacionados

Nacional

Produtores de vinho nos Açores duplicaram entre 2012 e 2019

Vasco Cordeiro apontou que existem cerca de 40 vinhos certificados nos Açores. Em 2019 foi acrescentada uma dezena […]

Dossiers
Nacional

ICNF proíbe a caça e a pesca desportiva

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) acaba de determinar a proibição da caça e da pesca Lúdica e desportiva em águas interiores, […]