Em Guimarães o terceiro programa da Incubadora de Base Rural inicia segunda-feira

Em Guimarães o terceiro programa da Incubadora de Base Rural inicia segunda-feira

O segundo programa de Incubação da IBR Guimarães encerrou com a entrega de certificados a sete empreendedores, numa sessão que decorreu na passada terça-feira, 15 de outubro, no Laboratório da Paisagem.

No âmbito deste programa, foram apresentadas sete ideias e negócios de base rural, desde a exploração de cogumelos shiitake e produção de citrinos, produção de espargos, exploração de caprinos de raça bravia, apicultura e a constituição de um parque de Campismo. Neste momento estão já estão implementados três projetos na sua totalidade: A Mercearia do Zé, a Associação Social de Pevidém – Vida a Cores e Doce de Calondro-Terras de Guimarães (produção e transformação de produto). O sucesso do programa de Incubação permitiu ainda a criação direta de cinco postos de trabalho no concelho de Guimarães.

No total dos dois Programas de Incubação já realizados foram apresentados, no total, 16 planos de negócio com sucesso, encontrando-se os mesmos em fase de maturação e desenvolvimento.

A Vereadora do Ambiente, Sofia Ferreira, afirmou que “o Município de Guimarães continua empenhado na implementação da Incubadora de Base Rural” e sublinhou os seus objetivos gerais orientados para “promover o crescimento económico responsável e orientado para os princípios de uma nove economia, potenciar o desenvolvimento empresarial, a inclusão social, a sustentabilidade ambiental e o bom uso do solo”.

O terceiro Programa de Incubação tem início já a 21 de outubro, segunda-feira, com a realização da Oficina do Empreendedor.

De salientar que também na IBR Guimarães está aberto o período de inscrições para o Banco de Terras de Guimarães que decorre até 31 de dezembro. O Banco de Terras de Guimarães é um instrumento através do qual os proprietários podem arrendar terrenos abandonados ou sem utilização ao Município, para que este os subarrende a empreendedores com vontade em criar o seu próprio negócio de base rural.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Anterior Academia do Vinho Verde tem curso sobre negociações e venda. Parceria com a Porto Business School
Próximo Está aí mais uma edição do i-Danha Food Lab - 8 a 10 de novembro

Artigos relacionados

Últimas

Rangel promete vetar potenciais cortes nos fundos de coesão

O cabeça de lista do PSD, Paulo Rangel, avisou esta quinta-feira que o partido não aceitará “cortes nos fundos de coesão”, […]

Nacional

Autarca quer reforço de serviços públicos em Odemira devido ao número de imigrantes

O presidente da Câmara de Odemira alertou nesta quarta-feira para a necessidade “urgente” de reforço dos serviços públicos no concelho, como os de saúde, […]

Nacional

Veja a fotografia da agricultura europeia

O Eurostat acaba de divulgar a edição de 2019 das Estatísticas da Agricultura, Floresta e Pescas e os resultados não surpreendem. […]