Divulgados primeiros resultados da consulta pública da CE sobre a Visão de Longo Prazo para as Áreas Rurais

Divulgados primeiros resultados da consulta pública da CE sobre a Visão de Longo Prazo para as Áreas Rurais

A Comissão Europeia publicou os principais resultados da consulta pública sobre a Visão de Longo Prazo para as Áreas Rurais (LTVRA) realizada entre 7 de setembro e 30 de novembro de 2020, que teve participação no processo de um total de 2 326 inquiridos de todos os Estados-Membros da UE.

A consulta reuniu as percepções e pontos de vista dos europeus sobre um conjunto de questões, incluindo as necessidades das áreas rurais na atualidade, o que as torna atrativas, oportunidades para o futuro e governança nas áreas rurais.

Os entrevistados acreditam que a atratividade das áreas rurais, nos próximos 20 anos, dependerá em grande parte da disponibilidade de conetividade digital (93%), de serviços básicos e serviços eletrónicos (94%) e da melhoria do desempenho climático e ambiental da agricultura (92%).

Além disso, mais de 50% deles afirmaram que a infraestrutura, especialmente em termos de transportes públicos, é a necessidade mais premente para as áreas rurais. O acesso a serviços básicos e locais de conveniência também foi citado como uma necessidade urgente para 43% dos participantes.

Quando questionados se as pessoas se sentiam deixadas para trás pela sociedade, 39% dos entrevistados responderam que sim. Esta parcela aumenta para participantes envolvidos na agricultura (45%), vivendo em áreas rurais (41%) e vivendo em áreas rurais remotas (56%). A razão mais importante citada para isso é a deterioração da infraestrutura e dos serviços (61%).

Durante a Semana da Visão Rural, organizada pela Rede Europeia de Desenvolvimento Rural (ENRD) entre 22 e 26 de março de 2021, todos os resultados serão apresentados.

Os Grupos de Trabalho do Fórum de Digitalização Rural prepararam uma contribuição para a Visão de Longo Prazo para Áreas Rurais, analisando os principais viradores do jogo digital que moldam o futuro da agricultura, silvicultura e áreas rurais, bem como uma série de recomendações para impulsionar a digitalização sustentável em áreas rurais em 2040.

Resumo da Consulta Pública (pdf)

O artigo foi publicado originalmente em Rede Rural Nacional.

Comente este artigo
Anterior Alteração nas datas para aplicação de regras nas transacções com a Grã-Bretanha
Próximo Arcos de Valdevez preside a comissão de cogestão do Parque Nacional Peneda-Gerês

Artigos relacionados

Nacional

Omdesign define estratégia para marca e vinho da Madeira

A Omdesign desenvolveu um estudo de mercado para o Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira (IVBAM) que diz ter servido de base para […]

Dossiers

Sexta semana con repeticiones en el porcino de capa blanca


El mercado del porcino de capa blanca se mantiene equilibrado, sumando ya seis semanas consecutivas con repeticiones en los precios, […]

Candidaturas e pagamentos

PDR2020: Estabilização de emergência pós-incêndio – Aljezur/Lagos/Vila do Bispo – Restabelecimento da floresta afetada por agentes bióticos e abióticos ou por acontecimentos catastróficos

Operação 8.1.4 – Restabelecimento da floresta afetada por agentes bióticos e abióticos ou por acontecimentos catastróficos (18º Anúncio) […]