Desde 2008 que a Europa não ardia tanto

Desde 2008 que a Europa não ardia tanto

Uma onda de calor alimentada por ar quente vindo do Norte de África está a impulsionar incêndios no Sul do continente europeu. Na Turquia já arderam este ano 95 mil hectares. E a Grécia está a enfrentar a pior onda de calor das últimas décadas.

A época de incêndios deste ano na Europa tem sido significativamente mais destrutiva do que a média anual desde 2008, de acordo com Sistema Europeu de Informação de Incêndios Florestais (EFFIS). Só na última semana o Sul da Europa tem sido particularmente atingido pelas chamas, ao mesmo tempo que enfrenta uma das piores ondas de calor das últimas décadas, com várias regiões a ultrapassar os 40ºC. […]

Continue a ler este artigo no Público.

Comente este artigo
Anterior PRR - Florestas e Bioeconomia com candidaturas abertas
Próximo IVV: Novas Autorizações de Plantação

Artigos relacionados

Comunicados

CBRE cria linha de negócio para o setor Agrícola na Europa

A linha de negócio Agribusiness conta já com mais de 60 profissionais especializados a operar na avaliação, transação e consultoria […]

Nacional

Incêndios: Observatório coloca reservas à rentabilidade de aeronaves retiradas de Seia

Entre Julho e Setembro, o dispositivo de combate a incêndios estará na máxima força

O observatório técnico independente criado pelo parlamento para acompanhar os incêndios colocou nesta sexta-feira reservas quanto à […]

Nacional

Montiqueijo e Recheio doam 25 mil litros de leite a hospitais de todo o País

A Montiqueijo e o Recheio Cash & Carry uniram-se para doar o equivalente a 25 mil litros de leite a hospitais e centros hospitalares de todo o País. O […]