Cotesi promove o contacto com o ambiente profissional aliado à hortifruticultura do Algarve

Cotesi promove o contacto com o ambiente profissional aliado à hortifruticultura do Algarve

[Fonte: Gazeta Rural]

Sempre com uma preocupação social e de integração entre o ambiente escolar e profissional, a Cotesi reconhece a importância do setor hortofrutícola de região Algarvia marcando presença de forma activa do evento 24 Horas Agricultura Syngenta®.

A Cotesi é um dos patrocinadores principais da competição, que este ano decorre na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve, nos dias 6 e 7 de Abril, e vai desafiar os participantes com uma prova que tem como objectivo testar a humidade nos pomares de laranjeiras, característicos desta zona. Promovendo assim o contacto entre futuros técnicos agrícolas e os desafios da profissão que escolheram.

Este é um evento formativo destinado a estudantes do ensino superior agrário de Portugal e Espanha, que simula situações reais e do dia-a-dia, desafiando os conhecimentos, competências técnicas e colaborativas dos participantes para encontrar soluções e respostas a necessidades agronómicas, preparando-os para a visa profissional.

É já a 4ª edição da prova, organizada sob orientação científica e pedagógica da Associação Portuguesa de Horticultura (APH) e decorre durante 24 horas no campus de Gambelas, da Universidade do Algarve, em Faro, durante os dias 6 e 7 de Abril.

Este ano o mote é a ‘Agricultura Circular’, propondo aos participantes aumentar o seu conhecimento sobre este tópico, contribuir para o contacto directo com projectos e empresas que colocam em prática a circularidade da economia aplicada à Agricultura e incentivar o desenvolvimento de modelos de negócio que ligam estas duas áreas.

Espera-se a participação de cerca 150 concorrentes que durante 24 horas terão de ultrapassar um conjunto de provas, uma delas desenvolvida pela Cotesi.

Primando pela manutenção de uma relação de proximidade com os agricultores, quer sejam estes viticultores, produtores de uva de mesa, citrinos, pequenos frutos ou das mais recentes culturas subtropicais, como o abacate, a Cotesi acredita que a revitalização e dinamização da actividade agrícola nesta zona tem vindo a tornar-se uma mais-valia para a economia do Algarve e do país em geral, permitindo a produção de fruta de grande qualidade e confiança. Um dos melhores e mais emblemáticos exemplos é a laranja do Algarve.

Fonte: Cotesi

Comente este artigo

O artigo Cotesi promove o contacto com o ambiente profissional aliado à hortifruticultura do Algarve foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Anterior Ovibeja debate a utilização da esteva na alimentação de ruminantes
Próximo Rumo à neutralidade carbónica. Agricultura: problema ou solução?

Artigos relacionados

Nacional

Cupertine Super WP tem nova imagem

[Fonte: Voz do Campo]
No mercado desde 1935 a IQV mantém um objetivo que evolui juntamente com as necessidades básicas da humanidade: oferecer produtos que respeitem o ambiente, […]

Nacional

Seminário sobre os GO de Investigação Aplicada ao Sobreiro

[Fonte: Voz do Campo]

O Centro de Competências do Sobreiro e da Cortiça (CCSC) irá promover no próximo dia 30 de maio (14h30-17h00), […]

Nacional

Falta de água no Alentejo já está num nível preocupante

[Fonte: Voz do Campo]

A Federação dos Agricultores Alentejanos emitiu um Comunicado de Imprensa onde reclama medidas de combate à […]