Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 31 Dezembro 2018 a 6 Janeiro 2019

[Fonte: Agricultura e Mar - Cotações]

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Ovinos

As cotações médias nacionais dos borregos de <12 Kg sofreram uma redução em relação à semana anterior, -34 cêntimos / Kg. No que se refere aos borregos pesados, de 22-28 Kg e de >28 Kg, a tendência continuou a ser de estabilidade.

Na Beira Interior a oferta de borrego foi fraca na área de mercado da Guarda e relativamente fraca em Castelo Branco e na Cova da Beira; a procura foi relativamente fraca em Castelo Branco e média na Cova da Beira e na Guarda. Redução das cotações dos borregos de <12 Kg em Castelo Branco e na Cova da Beira (-50 cêntimos / Kg).

Beira Litoral

Na Beira Litoral a oferta de borrego foi fraca na área de mercado de Coimbra e relativamente fraca em Viseu; a procura foi relativamente fraca em Coimbra e média em Viseu. A procura baixou em relação à semana anterior, o mesmo acontecendo às cotações dos borregos de <12 Kg, -1,0 EUR / Kg em Coimbra e -50 cêntimos / Kg em Viseu.

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta e a procura de borrego foram fracas. A procura caiu em relação à semana passada, o mesmo acontecendo às cotações dos borregos, -90 cêntimos / Kg para os de <12 Kg, -1,2 EUR / Kg para os de 13-21 Kg e -20 cêntimos / Kg no caso dos borregos de 22-28 Kg e de >28 Kg.

Alentejo

No Alentejo a oferta de borrego foi fraca na área de mercado de Beja, relativamente fraca em Évora e Estremoz e média no Alentejo Norte, Alentejo Litoral e Elvas; a procura foi média em Évora, Estremoz, Beja e Elvas e relativamente animada no Alentejo Norte e no Alentejo Litoral. As cotações dos borregos mantiveram-se estáveis nas seis áreas analisadas.

Em Trás-os-Montes a oferta de borrego foi média e a procura relativamente animada. As cotações dos borregos de <12 Kg e de 13-21 Kg mantiveram-se estáveis nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente.

Caprinos

Na semana em análise a cotação média dos cabritos de <10 Kg sofreu uma baixa em relação à semana anterior na região da Beira Litoral (-50 cêntimos / Kg); estabilidade destes animais na Beira Interior e em Trás-os-Montes.

Na Beira Interior a oferta de cabrito foi fraca nas áreas de mercado da Cova da Beira e Guarda e relativamente fraca na Sertã; a procura foi média nas três áreas referidas, tendo diminuído em relação à semana anterior. Apesar disso, as cotações dos cabritos de <10 Kg não registaram quaisquer alterações.

Na Beira Litoral a oferta de cabrito foi muito fraca na área de mercado de Coimbra e fraca em Viseu; a procura foi fraca em Viseu e relativamente fraca em Coimbra, tendo apresentado uma redução com a passagem das quadras festivas. Redução das cotações dos cabritos de <10 Kg nas duas áreas analisadas, Coimbra (cot. mín., máx. e +freq.) e Viseu (cot. mín. e cot. máx.), -50 cêntimos / Kg a -1,5 EUR / Kg.

Em Trás-os-Montes a oferta de cabrito foi média e a procura relativamente animada. As cotações dos cabritos de <10 Kg mantiveram-se estáveis nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente.

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta e a procura de cabrito foram fracas.

Quebra de cotações dos cabritos, -2,75 EUR / Kg para os de <10 Kg e -2,5 EUR / Kg no caso dos de >10 Kg.

No Alentejo a oferta de cabrito foi fraca na área de mercado de Estremoz e relativamente abundante no Alentejo Norte; a procura foi fraca em Estremoz e relativamente animada no Alentejo Norte. Estabilidade de cotações dos cabritos de <10 Kg e de >10 Kg nas duas áreas analisadas.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 31 Dezembro 2018 a 6 Janeiro 2019 foi publicado originalmente em Agricultura e Mar - Cotações.

Anterior EDIA disponibiliza Carta de Aptidão do Regadio
Próximo Exportações de calçado recuam pela primeira vez em oito anos

Artigos relacionados

Atividades do setor

Florestas – Pragas, Doenças e controle cinegético – 27 de maio – Fundão

A Associação Distrital dos Agricultores de Castelo Branco (ADACB) e a Associação Florestal do Interior (AFIN), vão realizar uma sessão pública sobre o tema: “Florestas – Pragas, Doenças e controle cinegético” […]

Internacional

La Eurocámara a contrarreloj: La PAC y el Bréxit, en la cuerda floja por falta de tiempo y acuerdo

[Fonte: Agroinformacion – PAC]
El Parlamento Europeo (PE) va a contrarreloj y espera poder llevar a cabo votos clave en estos últimos meses de legislatura comunitaria antes de las elecciones como la luz verde a un posible acuerdo del Brexit o la Política Agraria Común (PAC). […]

Nacional

Investigadores alertam que reformas da PAC são um retrocesso

[Fonte: O Jornal Económico]

Uma equipa internacional, em colaboração com investigadores do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO-InBIO) concluiu que as reformas da Política Agrícola Comum após 2020, propostas pela Comissão Europeia, representam “um retrocesso” e “não promovem a sustentabilidade”. […]