Cotações – Cereais – 13 a 19 de setembro de 2021

Cotações – Cereais – 13 a 19 de setembro de 2021

Nos cereais de outono-inverno, a acentuada redução dos teores de humidade do solo na fase de enchimento do grão não permitiu alcançar as produtividades inicialmente previstas pelo INE, principalmente nas searas instaladas mais cedo e, em particular, no Alentejo Central e Baixo Alentejo.  Assim, estimam-se reduções de 5% na produção de centeio, de 10% na de trigo mole e cevada e de 15% na de trigo duro, triticale e aveia.

Globalmente, a produção nesta campanha deverá ficar ligeiramente acima das 200 mil toneladas, 10% abaixo da média do último quinquénio. De referir que, as searas dos cereais de inverno têm vindo a ser atacadas por javalis, principalmente no interior Norte e Centro, com prejuízos assinaláveis para alguns produtores.

Na semana em análise, a campanha de comercialização de cereais de outono-inverno prosseguiu nas áreas de mercado Alentejo e Trás-os-Montes. A oferta na área de mercado do Alentejo de trigo mole panificável, trigo duro, cevada dística, aveia e triticale é cada vez mais diminuta devido à área exígua de cereais nesta região.

Esta semana as cotações mais frequentes registadas mantiveram-se, ou seja, foram as seguintes: Aveia (190€/t), Centeio Panificável (180€/t), Cevada Dística (220€/t), Trigo Duro (274€/t) e Triticale (200€/t). As cotações de Trigo Mole Panificável mantiveram-se entre 200€/t na área de mercado de Trás-os-Montes e 235€/t na área de mercado Alentejo.

→ Aceda aqui às cotações ←

Cotações – Cereais – 6 a 12 de setembro de 2021

Comente este artigo
Anterior Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo premiado nos IRGAwards
Próximo Cotações - Cortiça - 13 a 19 de setembro de 2021

Artigos relacionados

Sugeridas

PSD vê com preocupação nomeações políticas no IFAP

O PSD vê com muita preocupação e apreensão as recentes nomeações que o Governo, através da Ministra da Agricultura, decidiu fazer na presidência do IFAP (Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas). […]

Nacional

Câmara de Oleiros estima uma área ardida no concelho de 20 mil hectares

O presidente da Câmara de Oleiros disse hoje que terão ardido cerca de 20 mil hectares com o incêndio que deflagrou no domingo em Proença-a-Nova, classificando-o como o maior fogo a […]

Nacional

OE2022: CNA crítica “manobras demagógicas” e desperdício de verbas

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) criticou hoje as “manobras demagógicas” do Governo e o desperdício de verbas do Orçamento do Estado […]