Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 20 a 26 Abril 2020

Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 20 a 26 Abril 2020

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Na região de Trás-os-Montes, nas áreas de mercado Terra Fria e Alto Tâmega a oferta foi média/alta e a procura média/baixa. Fraco volume de negócios. Alguma dificuldade no escoamento de produtos, devido ao baixo consumo. Nestas áreas de mercado as cotações não se alteraram.

Na região Entre Douro e Minho na área de mercado Douro e Minho Regional a oferta e a procura foram médias. Manteve-se o equilíbrio entre a oferta e a procura, com escoamento lento devido ao baixo consumo. Manutenção das cotações. Forte concorrência de produto importado sobretudo de Espanha e a preços inferiores e saída de vacas de abate e refugo para o mesmo país.

Beira Litoral

Na região Beira Litoral a oferta e a procura foram baixas. Apesar da procura de animais de abate ter sido fraca, a oferta não foi suficiente. Assim, os operadores tiveram de se dirigir a outras regiões para satisfazerem as encomendas. Situação normal para a região e para a época do ano.

Os negócios do canal Horeca continuaram parados. Os fornecedores do consumidor aumentaram as suas vendas, uma vez que devido ao confinamento e ao estado de emergência, as famílias saíram mais para realizar compras. A procura de animais de criar estava fraca. As cotações nas áreas de mercado Coimbra, Viseu e Beira Litoral Regional mantiveram-se estáveis. Contudo, na área de mercado Aveiro a cotação de novilho, 12 a 24 meses, Cruzado de Charolês desceu 0,05€/kg P. Carcaça.

Beira Interior

Na região Beira Interior nas áreas de mercado Beira Interior Regional e Castelo Branco a oferta foi média/alta e na área de mercado Guarda a oferta foi média, a procura foi quase nula em todas as áreas de mercado. Em todas as áreas de mercado, houve manutenção de todas as cotações dos diferentes produtos de origem bovina.

Nesta região verificou-se que os produtores que normalmente vendiam para os restaurantes continuavam a ter dificuldades em escoar os seus produtos, uma vez que, a maior parte dos estabelecimentos de restauração continuava encerrada devido à pandemia do coronavírus. Os produtores que tinham contratos com as grandes superfícies continuaram a entregar o produto contratado.

Na região Ribatejo e Oeste, na área de mercado Ribatejo a oferta e a procura foram médias. Sem alterações de mercado. Cotações sem alteração de valor.

Alentejo

Na região Alentejo nas áreas de mercado Alentejo Norte, Alentejo Litoral e Beja a oferta foi média e a procura foi média/baixa. Já área de mercado Évora a oferta e a procura foram média/baixa e na área de mercado Estremoz foram médias.

Nas áreas de mercado Alentejo Regional e Évora as cotações de novilho e de novilha, 12 a 24 meses, cruzado de Charolês diminuíram 0,05€/kg P. Carcaça e na área de mercado Alentejo Litoral diminuíram 0,13€/kg P. Carcaça.

As cotações de vitela e vitelo, 6 a 8 meses, Cruzado de Charolês desceram 0,05 e 0,10€/kg P. Vivo nas áreas de mercado Alentejo Litoral e Beja, respectivamente. Também a do vitelo, 6 a 8 meses, Cruzado de Charolês diminuiu 0,05€/kg P. Vivo nas áreas de mercado Évora e Alentejo Regional.

Relativamente às cotações máximas e mínimas do vitelo e da vitela, estas diminuíram entre 0,05 e 0,15€/kg P. Vivo em algumas áreas de mercado. A cotação máxima da vaca abate Cruzada de Charolês diminuiu 0,20€/kg P. Carcaça nas áreas de mercado Alentejo Regional e Estremoz e 0,30€/kg P. Carcaça, na área de mercado Elvas.

A cotação máxima do vitelão macho Cruzado de Charolês diminuiu 50€/Unidade nas áreas de mercado Alentejo Regional e Alentejo Litoral e a da vitelão fêmea diminuiu 10€/Unidade na área de mercado Alentejo Litoral. A cotação mínima do vitelão macho Cruzado de Charolês diminuiu 20€/Unidade na área de mercado Alentejo Litoral. Na região Alentejo as cotações mantiveram-se constantes em todas as áreas de mercado excepto as que foram mencionadas.

A tendência da Bolsa de Bovino foi de descida. Assim as cotações de novilho e de novilha desceram de 0,03€/kg Peso Carcaça e a de vaca desceu 0,05€/kg Peso Carcaça. Foi mantida a cotação de vitela.

Nota: Se não houver outra indicação as cotações referidas são as mais frequentes.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar - Cotações.

Comente este artigo
Anterior Planta aquática exótica cobre de verde o rio Tejo e afluentes na albufeira de Cedillo
Próximo Como o Covid-19 veio interferir na cadeia agro-alimentar? E em nós? - Maria Silva

Artigos relacionados

Nacional

Incêndios: Risco máximo e muito elevado no interior Norte e Centro

Treze concelhos dos distritos de Bragança, Guarda, Viseu, Santarém e Castelo Branco estão hoje em risco máximo de incêndio, num dia em que […]

Nacional

“Na agricultura não é possível trabalhar remotamente”, diz o CEO da Herdade Maria da Guarda

Em plena pandemia, o ECO foi bater à porta do CEO da Herdade Maria da Guarda. João Cortez explica as dificuldades do trabalho remoto, […]

Internacional

More meat with less environmental impact? CRISPR and one gene change could improve the sustainability of beef production

Scientists at the University of California, Davis, have successfully produced a bull calf, named Cosmo, who was genome-edited as an embryo so that […]