Cotações – Bovinos – 13 a 19 de setembro de 2021

Cotações – Bovinos – 13 a 19 de setembro de 2021

As cotações médias, mais frequentes, de novilhos e de novilhas, 12 a 24 meses, não se alteraram.

Na região Trás-os-Montes, nas áreas de mercado Terra Fria e Alto Tâmega a oferta foi média/alta e a procura média/baixa. Dificuldade no escoamento de bovinos devido ao baixo consumo. Continuou a não se verificar qualquer influência de trocas comerciais com outros países.

Na Região as cotações não se alteraram.

Na região Entre Douro e Minho, nas áreas de mercado Entre Douro e Minho Regional, Entre Douro e Minho e Ribadouro a oferta e a procura foram médias e sem dificuldade de escoamento. Continuou a existir concorrência de produto importado, sobretudo, de Espanha a preços inferiores. As vacas de abate refugo continuaram a ser exportadas para Espanha. Manutenção de cotações nas áreas de mercado da região.

Na região Beira Litoral, nas áreas de mercado Beira Litoral Regional, a oferta e a procura foram baixas. Em todas as áreas de mercado, houve nova redução de procura de animais para a abate. A oferta manteve-se insuficiente para satisfazer a procura. O mercado regional continuou a ser abastecido, em parte, por animais vindos de outras regiões. Na área de mercado Viseu, a cotação máxima de novilha, 12 a 24 meses, cruzada Charolês, aumentou 0,20 €/kg Peso Carcaça. Exceto a referida, houve manutenção de cotações nas áreas de mercado.

Na região Beira Interior, nas áreas de mercado Beira Interior Regional, Castelo Branco e Guarda, a oferta e a procura continuaram médias, isto é, a oferta foi regular ou suficiente para uma procura regular ou normal. Os produtores continuaram a vender, para os restaurantes. Na área de mercado Castelo Branco, melhorou a procura destinada aos restaurantes, mas os produtores que tinham contratos com as Grandes Superfícies, continuaram a entregar, semanalmente, apenas as peças inicialmente contratualizadas. Na área de mercado Guarda, a proximidade com Espanha, influenciou as compras e a aquisição de animais, o que se refletiu na cotação de bovinos. Houve manutenção de cotações dos diferentes produtos de origem bovina.

Na região Ribatejo e Oeste, na área de mercado Ribatejo, a oferta e a procura, foram médias. A relação entre a procura e a oferta continuou equilibrada. Houve manutenção de cotações, em toda a região.

Na região Alentejo, nas áreas de mercado ,Estremoz e Évora, a oferta foi média/alta e a procura foi média. Na área de mercado Alentejo Norte, Alentejo Litoral, Beja e Elvas a procura e a oferta foram médias. Houve manutenção de cotações de todos os produtos, em todas as áreas de mercado.

→ Aceda aqui às cotações ←

Cotações – Bovinos – 6 a 12 de setembro 2021

Comente este artigo
Anterior Disponível Newsletter da CAP Frutos & Hortícolas - setembro 2021
Próximo PDR2020: Assistência Técnica PDR2020 (2021)

Artigos relacionados

Últimas

Linha da Frente: A Invasão da Agricultura Insustentável

Nas regiões da Cova da Beira, Baixo Alentejo, Sudoeste e Algarve, aumentam a cada dia que passa, as explorações de amendoal, olival e abacate, por exemplo. […]

Nacional

«Queremos criar um showroom virtual do sector agroalimentar»

Num período difícil para Portugal e para vários mercados importantes para as exportações nacionais, falámos com Amândio Santos, na qualidade de presidente do consórcio Portuguese […]

Nacional

Há uma doença que está a matar pomares de kiwi em Itália. Cientistas não conseguem travar prejuízo de milhões

Em Itália, as árvores de kiwis estão a morrer em massa e os cientistas não sabem porquê. Segundo anunciou o Governo italiano, já existe um grupo de ação (taskforce) para estudar a doença […]