Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 1 a 7 Abril 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Aves

As cotações médias nacionais do frango vivo (de 1,8 Kg), -5 cêntimos / Kg, do frango abatido (65% – de 1100 a 1300 g), -9 cêntimos / Kg e do peru abatido (80% – de 5,7 a 9,8 Kg), -5 cêntimos / Kg, diminuíram em relação à semana anterior; apenas o peru vivo (de 14 a 15 Kg) se manteve estável.

Região Centro

Na região Centro a oferta de frango foi abundante e a procura relativamente animada nas duas áreas de mercado, Litoral Centro e Dão-Lafões.

A procura e o consumo de frango para churrasco melhoraram nas últimas semanas. No caso do frango das classes de peso mais elevadas a oferta é excedentária.

Litoral Centro

No Litoral Centro as vendas para o mercado externo não são suficientes para escoar este tipo de frango. Esta semana as cotações do frango, vivo e abatido, não registaram quaisquer alterações nas duas áreas.

Descida das cotações mín. e máx. do frango do campo em Dão-Lafões, o que se deve à oferta excedentária. Estabilidade das galinhas vivas, pesadas e semi-pesadas, nas duas áreas.

Ribatejo e Oeste

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta e a procura foram médias, tendo a procura baixado em relação à semana anterior.

Descida de cotações do frango vivo (10 cêntimos / Kg), do frango abatido de 700-900, 1100-1300 e de >1300 g (-26 cêntimos / Kg para as duas últimas classes), do peru abatido (-10 cêntimos / Kg) e das galinhas vivas semi-pesadas (-5 cêntimos / Kg).

Pelo contrário, deu-se um acréscimo do frango abatido de 600-700 e 900-1100 g (+4 cêntimos / Kg) e das galinhas vivas pesadas (+2 cêntimos / Kg).

Ovos

Na semana em análise as cotações médias nacionais dos ovos, quer na produção (ovo a peso de 60-68 g), quer classificados e embalados em ovotermo das classes de peso M e L, mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

Ovos a peso

No caso dos ovos a peso a estabilidade é pela 9ª semana consecutiva e dos ovos classificados pela 7ª semana. Na região Centro a oferta de ovo foi relativamente abundante e a procura média nas duas áreas de mercado, Dão-Lafões e Litoral Centro.

A oferta é superior à procura, existindo bandos novos com postura já regularizada e ainda alguma oferta de ovo caseiro. Mantêm-se as vendas para o mercado externo no Litoral Centro. Estabilidade generalizada das cotações dos ovos, na produção e classificados, em cartão e ovotermo.

Ribatejo e Oeste

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta de ovo foi relativamente abundante e a procura foi média. As cotações dos ovos, quer na produção, quer classificados, mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar - Cotações .

Anterior LEGITIMAR - Legitimar para não acabar - Afonso Bulhão Martins
Próximo Mais do que reciclar, é preciso produzir menos lixo”, diz ambientalista

Artigos relacionados

Notícias PAC pós 2020

El Gobierno crea una División de Auditoría Interna para controlar todos los pagos de la PAC

El Ministerio de Agricultura, Pesca y Alimentación (MAPA) ha aprobado la creación de la División de Auditoría Interna y Evaluación del Fondo Español de Garantía Agraria (FEGA), […]

Ofertas

Oferta de Emprego – Técnico Comercial (M/F)- Lisboa

Sociedade agrícola da região de Montargil, Alto Alentejo pretende recrutar um estagiário para a função de técnico comercial que irá trabalhar, em conjunto com uma equipa, o canal horeca na zona da Grande Lisboa.

Últimas

Cotações – Cortiça – Informação Semanal – 23 a 29 Setembro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
Conjuntura semanal
Na semana em análise, prosseguiram as campanhas nas áreas de mercado Alentejo e Trás-os-Montes, […]