Costa salienta “belíssimo momento” da agricultura portuguesa

Costa salienta “belíssimo momento” da agricultura portuguesa

O primeiro-ministro salientou, durante uma visita à Feira Nacional da Agricultura (FNA), em Santarém, o “belíssimo momento” que o setor está a viver e que disse estar patente no certame.

António Costa considerou o certame como “excelente mostra do grande trabalho” que os agricultores portugueses têm realizado e do “belíssimo momento” que a agricultura nacional está a viver “nas suas frentes mais diversas”.

Lembrando que este ano a FNA é dedicada ao vinho, o chefe do executivo socialista afirmou que o setor tem vindo, nos últimos anos, “a bater recordes” na exportação e a melhorar a sua qualidade, o que atribuiu à “opção chave” de combinar os centros de competência e produção de conhecimento com “a experiência adquirida e o saber” da agricultura, o que “tem permitido que o setor agrícola seja hoje um dos setores muito relevantes” da economia portuguesa.

“Todos nos lembramos de como há umas décadas se teve a ilusão de que era possível prescindir da agricultura. Já não havia mais lugar para a agricultura. Mas agora todos felizmente têm a consciência de que valeu a pena apostar na agricultura e de que a agricultura tem futuro”, declarou, realçando o papel do setor no combate às alterações climáticas, na prevenção dos incêndios e mesmo no turismo.

“Quando ontem tivemos, felizmente, uma série de prémios na área do turismo, estes não se devem só à qualidade da gastronomia, à simpatia das nossas gentes, ao turismo urbano, mas também à paisagem que nós temos e que é desenhada pela agricultura”, afirmou.

Costa disse que uma visita à FNA permite constatar a diversidade do setor e do que ele mobiliza, nomeadamente produtos agroalimentares, maquinaria, produtos e serviços de apoio à produção, cada vez “mais sofisticados” e a requererem “maior conhecimento” e “maior competência técnica”, destacando a presença de “muita gente jovem, que já não olha para a agricultura como algo de que querem fugir, mas, pelo contrário, com interesse”.

“Neste local simbólico que é Feira Nacional da Agricultura quero expressar o grande agradecimento pelo trabalho a que os agricultores se dedicam, atividade muito dura, sujeita a muitas incertezas, do clima, de mercados, de contingências políticas, à escala global e nacional, de muito risco, mas que conta com gente muita rija pronta a fazer avançar a nossa agricultura e o país”, afirmou.

A 56.ª Feira Nacional da Agricultura/66.ª Feira do Ribatejo, que tem por tema “A Vinha e o Vinho”, foi inaugurada sábado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Ao longo de nove dias, além do debate de questões ligadas ao setor, a FNA proporciona aos visitantes a possibilidade de provar “o melhor da produção nacional”, de contactar com empresas de toda a fileira e de assistir a espetáculos equestres e relacionados com as tradições ribatejanas, como as largadas de toiros e atividades com campinos.

O programa inclui ainda um cartaz de concertos, que abriu sábado com José Cid, atuando hoje à noite o grupo “Capitão Fausto”, Conan Osíris na quinta-feira, Marisa na sexta e David Antunes e os convidados Samantha Fox e Toy no próximo sábado.

Fonte: Sapo.pt

O artigo foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Comente este artigo
Anterior Workshop: A água, a agricultura e a conservação do solo - 18 de junho - Beja
Próximo Promoção e Valorização de Azeites de Montanha - 19 de junho - Fundão

Artigos relacionados

Últimas

Economia Circular no Setor Agroalimentar é tema de colóquio

O Conselho Regional Sul do Colégio de Engenharia Agronómica, em associação com o Conselho Regional Sul do Colégio de Engenharia do Ambiente, […]

Últimas

Escuteiros plantam 500 árvores na Serra da Estrela

Quinhentas árvores vão ser plantadas, no sábado, 26 de Outubro, no Parque Natural da Serra da Estrela, por escuteiros adultos, no âmbito de um projecto ambiental da associação Fraternidade de Nuno Álvares (FNA). […]

Últimas

Jovens Agricultores: “Vacas, sim! Alarmes, não!”

O Reitor da Universidade de Coimbra decidiu acabar com a carne de vaca nas ementas das cantinas dos seus estudantes. Os agricultores e produtores agropecuários não poupam o Reitor. […]