Corteva Agriscience™ nasce como empresa independente no próximo mês de Junho

Corteva Agriscience™ nasce como empresa independente no próximo mês de Junho

[Fonte: Gazeta Rural]

Corteva Agriscience™, a Divisão de Agricultura da DowDuPont, irá concluir o seu processo de separação da DuPont Pioneer, DuPont Crop Protection e Dow AgroSciences no próximo mês de junho, momento em que ocorrerá o lançamento mundial da nova marca, num processo para uma empresa independente e que visa também Portugal, mercado onde a empresa está presente. Um lançamento que será acompanhado pela entrada da nova marca na bolsa em Wall Street (Nova Iorque).

Corteva, com sede social nos EUA, conta uma divisão em Portugal, em Lisboa, e duas em Espanha, uma em Sevilha, onde está o centro tecnológico de investigação de La Rinconada, e outra em Avilés (Astúrias), local onde a empresa tem a sua central de produção. Nestas sedes, há cerca de 450 profissionais que trabalham com o fim de enriquecer as vidas dos consumidores, ao garantir o progresso das gerações futuras.

Corteva Agriscience™ centra a sua atividade em três grandes áreas de negócio: tecnologia aplicada a sementes, proteção de cultivos e soluções digitais para a agricultura.

Além disso, a nova empresa já tem a carteira de produtos mais sólida da indústria, quase um século de experiência agrícola e uma sólida aposta na inovação, o que a torna num elemento essencial para o sector agrícola.

Comente este artigo

O artigo Corteva Agriscience™ nasce como empresa independente no próximo mês de Junho foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Anterior Jornadas formativas sobre sanidad animal, PAC e industria alimentaria en Madrid
Próximo Rangel promete vetar potenciais cortes nos fundos de coesão

Artigos relacionados

Nacional

AGRIANGUS está focada em trazer o melhor da raça para Portugal

[Fonte: Voz do Campo]

Há uma seleção criteriosa da genética utilizada e só são selecionados para reprodução os animais melhoradores. Só assim se conseguem preservar as características que fazem desta raça uma das preferidas no mundo e que desde a primeira hora foi a escolha da empresa de Tomar. […]

Nacional

Casa do Douro: regresso a 1932 – Editorial de Teresa Silveira + Suplemento AgroVida

[Fonte: AgroVida]

Lê-se a letra do projeto de lei conjunto do PS+PCP+BE que quer restaurar a Casa do Douro (CD) como associação pública de inscrição obrigatória para todos os viticultores da Região Demarcada do Douro (RDD) e não se quer acreditar. O calendário diz que estamos em 2019, […]

Últimas

Alimentos geneticamente modificados – seguros ou não?

[Fonte: Vida Rural]
Embora o uso de OGM seja muito antigo, este é do desconhecimento da comunidade geral. Por exemplo, nós próprios podemos ser considerados OGM pois temos genes com origem em elementos virais.
Sabe-se atualmente que, durante a evolução, muitas espécies incorporaram no seu DNA genes originários em elementos virais ou em bactérias. […]