Cooperativas olivícolas debatem o futuro do sector

Cooperativas olivícolas debatem o futuro do sector

A Fenazeites – Federação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Olivicultores, associada da CONFAGRI, realiza no próximo dia 15 de Fevereiro um encontro com as Cooperativas Olivícolas em Trás-os-Montes para discutir o futuro perante a ameaça da Xylella fastidiosa e as alterações no regime contributivo dos trabalhadores independentes

O encontro, que conta com o apoio da Cooperativa Agrícola de Macedo de Cavaleiros, terá lugar pelas 10h00, no Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros, e tem como objectivo identificar alguns dos problemas mais urgentes do sector olivícola e fazer um levantamento de propostas a apresentar ao Governo.

Azeite de Trás-os-Montes DOP, um património a preservar

O azeite de Trás-os-Montes é um produto de origem portuguesa com Denominação de Origem Protegida (DOP) pela União Europeia desde 1996.

Representando 11% da produção nacional, o azeite de Trás-os-Montes tem um peso económico bastante significativo na região. A qualidade destes azeites é mundialmente reconhecida e os inúmeros prémios conquistados têm aumentado o seu prestígio, sobretudo no mercado internacional.

Para que este produto possa contribuir para aumentar as exportações do País, a cooperativa acredita que é preciso manter a dinâmica no sector e o empenho dos produtores.

Programa do Encontro

O debate contará com a presença de vários profissionais do sector, entre eles, o presidente da Cooperativa Agrícola de Macedo de Cavaleiros, Luís Rodrigues; a secretária-geral adjunta da CONFAGRI, Aldina Fernandes; a sub-directora geral da DGAV, Paula Cruz de Carvalho; o coordenador financeiro da CONFAGRI, Albino Alves; a secretária-geral da Fenazeites, Patrícia Falcão Duarte; o presidente da Cooperativa Agrícola dos Olivicultores de Murça, Francisco Vilela; e o presidente do conselho fiscal da Cooperativa dos Olivicultores de Valpaços, Fernando Mourão Vieira.

A sessão de encerramento será da responsabilidade do presidente da Fenazeites, Aníbal Martins.

Consulte o programa clicando aqui.

Notícias relacionadas

  • Portugal registou, em 2017, um valor recorde de produção de azeite, tendo atingido as 125 mil toneladas, mais 80% face…
  • A produção de azeite atingiu, em 2017, as 125 mil toneladas, um aumento de cerca de 80% em relação a…
  • Realiza-se na tarde de hoje, 23 de Novembro, a partir das 14h00, no Centro de Formação Agrícola da Guarda (Quinta…

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas, Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Lidl e Portugal Fresh exportam 15 mil toneladas de frutas e legumes para a Europa
Próximo Cotações – Azeite e Azeitona – Informação Semanal – 4 a 10 Fevereiro 2019

Artigos relacionados

Últimas

Gestão de habitats e espécies ameaçadas e melhoria das condições de visitação do Perímetro Florestal da Contenda

A Direção Regional da Conservação da Natureza e Florestas do Alentejo / ICNF, assinou o protocolo “GESTÃO DE HABITATS E ESPÉCIES AMEAÇADAS E MELHORIA DAS CONDIÇÕES DE […]

Últimas

IFAP disponibiliza síntese de dados e indicadores de gestão

O Conselho Diretivo do IFAP, decidiu iniciar a publicação de uma Síntese de Dados e Indicadores de Gestão que, […]

Últimas

Aumentam os casos de peste suína africana. UE reforça zonas de risco elevado

Os casos de peste suína africana em suínos domésticos não param de aumentar na Bulgária, Lituânia, Polónia e Roménia. A Comissão Europeia,  […]