Cooperativa de Montemor-o-Velho homenageia Maria Antónia Figueiredo – 2 de Março 2018 –  Montemor – o – velho

Cooperativa de Montemor-o-Velho homenageia Maria Antónia Figueiredo – 2 de Março 2018 – Montemor – o – velho

A homenagem a título póstumo a Maria Antónia Figueiredo, Secretária-geral Adjunta da CONFAGRI, que faleceu, vítima de doença prolongada, no dia 29 de Dezembro do ano passado, será o momento mais emotivo da 12.ª edição do Seminário promovido pela Cooperativa Agrícola do Concelho de Montemor-o-Velho e, desta feita, subordinado ao tema “Planificação da Campanha 2018 – Candidaturas às Ajudas ao Rendimento dos Agricultores”.

A Quinta do Taipal, em Montemor-o-Velho, recebe, na próxima Sexta-feira, um extenso programa onde se destaca a homenagem, às 15h00, a Maria Antónia Figueiredo. Nascida em 1957, em Alvaiázere, formou-se em Agronomia, Instituto Superior de Agronomia de Lisboa, tendo ingressado em 1988 na CONFAGRI.

Foi a mulher portuguesa que, desde a adesão de Portugal à então CEE, desempenhou o cargo de mais elevada representatividade associativa no âmbito da Agricultura, em Bruxelas.

Especializada em Economia Agrícola acumulava com as funções de Secretária-Geral Adjunta, as de Coordenação do Departamento de Políticas de Mercados e Preços da CONFAGRI e das áreas das Ajudas ao Rendimento dos Agricultores.

Quanto ao restante programa do Seminário, a recepção decorre às 9h00, iniciando-se, 15 minutos mais tarde, a Sessão de Abertura a cargo do Presidente do Conselho de Administração da Cooperativa Agrícola do Conselho de Montemor-o-Velho, Armindo Valente, do Presidente da Câmara de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão,  do Presidente do Conselho de Administração do Crédito Agrícola Mútuo do Baixo Mondego, António Cachulo da Trindade, e da Directora Regional de Agricultura e Pescas do Centro, Adelina Martins.

A apresentação do ensaio de bioestimulantes e dos resultados do ensaio de variedades de arroz 2017 do Bico da Barca terá início às 10h00 por António Judão (Direcção Regional de Agricultura e pescas do Centro), seguindo-se, pelas 10h30 o debate sobre sementes de arroz híbridas, por António Valera (Valenzuela). A gestão integrada do arroz, pelas 11h00, estará a cargo de Gonçalo Canha (Lusocem).

Depois de um intervalo de 30 minutos, está previsto para as 12h00, o tema dedicado a 3 anos de ensaio de resposta à adubação azotada na cultura do milho, por Castro Pinto (ADP), e, às 12h30 será destacada a qualidade do milho no Baixo Mondego, por Vasco Salgueiro (Pioneer).

Para o período da tarde está reservado o painel sobre as normas para a queima das palhas do arroz (14h30), por Hélio Araújo (Protecção Civil e Câmara Municipal de Montemor-o-Velho. `

Às 15h00 decorrerá a Homenagem a Maria Antónia Figueiredo (CONFAGRI), seguindo-se David Jorge da mesma estrutura a evidenciar os Pagamentos Directos, Regime de Pagamentos Base e Greening e Medidas Agro-Ambientais.

O Encerramento do Seminário está marcado para as 17h00.

O seminário destina-se, sobretudo, aos agricultores do concelho, podendo participar os demais interessados. A entrada é livre.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comente este artigo
Anterior ANIPLA: Relatório DGAV - Produtos Agrícolas Portugueses em segurança
Próximo Confusões e especulação a aplicação coerciva e repressiva da legislação que obriga à limpeza de faixas florestadas

Artigos relacionados

Nacional

Vinhos de Portugal: como uma boa história vende um bom vinho

As pessoas querem ouvir e os produtores não se cansam de contar. Cada um tem a sua história e o público que encheu o Vinhos de Portugal no Rio de Janeiro (de 31 de Maio a 2 de Junho) e depois em São Paulo (de 7 a 9 de Junho) estava ali mesmo para as ouvir e perceber o que é […]

Eventos

Globalgap e assistência técnica – 8 de Abril 2017 – Gondomar

Espaço visual desenvolve sessão pública sobre
“Globalgap e assistência técnica”
A Espaço Visual vai promover uma sessão pública sobre o Referencial GlobalG.A.P. […]

Últimas

Alentejo deverá ter quebra na produção de azeite na campanha de 2018/2019

O Alentejo, a região portuguesa que mais azeite produz, deverá ter uma quebra na produção da campanha olivícola de 2018/2019 em relação à […]