Contingente de 78 militares vai reforçar vigilância aos fogos florestais

Contingente de 78 militares vai reforçar vigilância aos fogos florestais

Um contingente de 78 militares vai integrar o dispositivo de vigilância aos fogos florestais a partir desta quarta-feira e por tempo indeterminado, anunciou o Estado-Maior General das Forças Armadas em comunicado.

“Um total de 78 militares, distribuídos em 26 patrulhas das Forças Armadas (16 do Exército e 10 da Marinha), vão reforçar a partir de hoje, e por período indeterminado, as ações de vigilância terrestre e patrulhamento dissuasor em 14 distritos de Portugal Continental, em apoio à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC)”, lê-se no texto.

A Proteção Civil alertou segunda-feira para o agravamento do risco de incêndio até sexta-feira para valores “muito elevados a máximos” em todo o território, com o aumento da temperatura e a diminuição da humidade.

Num “aviso à população” foi referido que, de acordo com informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), até sexta-feira a temperatura vai subir, variando entre os 30 e os 35 graus, podendo atingir valores superiores no interior.

Ainda segundo os dados fornecidos pelo IPMA, o valor da humidade relativa do ar diminuirá para entre 20% e 30% e mesmo durante a noite não se registarão valores superiores a 50%, inclusivamente no litoral.

O vento deverá ser fraco a moderado, temporariamente com rajadas fortes, até 40 km/h.

Como “efeitos expectáveis” destas condições meteorológicas, a Proteção Civil apontou para o “incremento do perigo de incêndio para valores muito elevados a máximos, na generalidade do território” e o “aumento das ignições”.

Continue a ler este artigo no Correio da Manhã.

Comente este artigo
Anterior Greve motoristas. CAP aconselha agricultores a fazer reservas
Próximo Bolsonaro acusa as ONG de "incendiarem" a floresta

Artigos relacionados

Dossiers

Manual de Boas Práticas de Fruticultura – Framboesa

No seguimento da colaboração do Polo de Alcobaça com a revista Frutas, Legumes e Flores (FLF) para a elaboração do Manual de Boas Práticas de Fruticultura sob a forma de fascículos, divulga-se o fascículo dedicado à cultura da […]

Dossiers

Produzir comida nutritiva e barata com menos recursos

A BIOS, a start-up que aproveita o desperdício energético dos edifícios e respetivas emissões de CO₂ para produzir vegetais e legumes, […]

Sugeridas

Plano de Abertura de Candidaturas do PDR2020 para 2018

[Fonte: PDR2020]
O PDR2020 lança o plano previsional de abertura de candidaturas para o ano de 2018.
  […]