Continente prevê adquirir 10 000 toneladas de laranja do Algarve

Continente prevê adquirir 10 000 toneladas de laranja do Algarve

[Fonte: Clube de Produtores Continente]

Matosinhos, 23 de janeiro de 2019

– Até junho, todas as laranjas à venda nas lojas Continente são algarvias com classificação IGP

– O carimbo IGP garante que este citrino é produzido em pomares certificados e que possui características únicas respeitantes à sua região de origem

Um dos produtos mais característicos do sul do país está em destaque em todas as 274 lojas Continente . Até junho, o Continente só vende laranjas do Algarve com carimbo IGP – Indicação Geográfica Protegida, designação regulamentada pela União Europeia. Esta parceria com produtores nacionais significa uma previsão de aquisição de cerca de 10 000 toneladas de laranja do Algarve.

A classificação IGP identifica produtos originários de determinada região, garantindo que apenas são comercializados artigos que tenham sido obtidos de forma tradicional e que possuam características e reputação ligadas ao território. No caso das laranjas do Algarve, a classificação é atribuída a todos os citrinos provenientes de pomares certificados, com um caderno de encargos exigente que vincula os produtores a diversas medidas para garantir a qualidade do produto, nomeadamente que o fruto seja colhido à mão e no ponto ótimo de maturação, ou seja, com a relação de açúcares/ácidos adequada para o consumidor. O carimbo IGP garante, desta forma, um citrino com casca fina, intensamente colorida e brilhante, com elevado teor de sumo, único da região mais a sul de Portugal.

Todas as laranjas à venda nas lojas Continente são produzidas, assim, em 2000 hectares de pomares certificados, distribuídos entre Tavira e Silves e pertencentes a cerca de 100 produtores que compõem as quatro Organizações de Produtores parceiras do Continente.

Ondina Afonso, Presidente do Clube de Produtores Continente sublinha que “No Clube de Produtores Continente valorizamos a autenticidade dos produtos. Através de cadeias curtas de abastecimento asseguramos a sustentabilidade ambiental e económica do país, das regiões e da agricultura nacional. Ao disponibilizarmos apenas laranjas produzidas no Algarve, estamos a fechar mais um elo da cadeia de união entre o Continente e a produção nacional.”

O Continente trabalha diariamente com produtores nacionais, apurando e selecionando os melhores produtos que correspondam às necessidades dos seus clientes. Em 2019, ano em que a colheita de laranjas apresenta uma enorme qualidade, a marca continua a apoiar o melhor da produção portuguesa e garante que todas as laranjas à venda nas suas lojas são algarvias, com classificação IGP.

A aposta na produção nacional representa um dos principais eixos estratégicos da marca, garantindo que produtos de qualidade – como é o caso da laranja do Algarve IGP – chegam à mesa de todos os portugueses.

Frutas Continente – A Natureza tem a nossa marca.

Comente este artigo
Anterior DGAV aumenta lista de fitofarmacêuticos autorizados para quem não tem cartão de aplicador
Próximo Interpoma China 2019 em Xangai

Artigos relacionados

Sugeridas

FACECO2019: Ciclo de Palestras “Rentabilize a sua Floresta: mais gestão melhor produção” – 20 de julho – Odemira

[Fonte: 2BForest]

Consulte o programa aqui.

20 de julho 2019 – Auditório FACECOCiclo de Palestras “Rentabilize a sua Floresta: mais gestão melhor produção”

11h00 – Receção dos participantes11h15 – Abertura (Dr. Ricardo Cardoso, Vereador da CM Odemira | Eng.ª Susana Brígido, […]

Últimas

Produtores do Oeste preveem colheita de 200 mil toneladas de pera Rocha

[Fonte: Vida Rural]

Os produtores de pera Rocha do Oeste estimam que a colheita deste ano atinja as 200 mil toneladas. A campanha deste ano, que arrancou esta segunda-feira (12 de agosto), “deverá andar em valores muito idênticos aos do ano passado“, […]

Sugeridas

Presidente da CAP escreve aos Associados sobre greve dos combustíveis

A 4 dias do início da anunciada greve dos motoristas de matérias perigosas, o presidente da CAP dirigiu-se a todos os Associados da Confederação dos Agricultores de Portugal […]