Continente prevê adquirir 10 000 toneladas de laranja do Algarve

[Fonte: Clube de Produtores Continente]

Matosinhos, 23 de janeiro de 2019

– Até junho, todas as laranjas à venda nas lojas Continente são algarvias com classificação IGP

– O carimbo IGP garante que este citrino é produzido em pomares certificados e que possui características únicas respeitantes à sua região de origem

Um dos produtos mais característicos do sul do país está em destaque em todas as 274 lojas Continente . Até junho, o Continente só vende laranjas do Algarve com carimbo IGP – Indicação Geográfica Protegida, designação regulamentada pela União Europeia. Esta parceria com produtores nacionais significa uma previsão de aquisição de cerca de 10 000 toneladas de laranja do Algarve.

A classificação IGP identifica produtos originários de determinada região, garantindo que apenas são comercializados artigos que tenham sido obtidos de forma tradicional e que possuam características e reputação ligadas ao território. No caso das laranjas do Algarve, a classificação é atribuída a todos os citrinos provenientes de pomares certificados, com um caderno de encargos exigente que vincula os produtores a diversas medidas para garantir a qualidade do produto, nomeadamente que o fruto seja colhido à mão e no ponto ótimo de maturação, ou seja, com a relação de açúcares/ácidos adequada para o consumidor. O carimbo IGP garante, desta forma, um citrino com casca fina, intensamente colorida e brilhante, com elevado teor de sumo, único da região mais a sul de Portugal.

Todas as laranjas à venda nas lojas Continente são produzidas, assim, em 2000 hectares de pomares certificados, distribuídos entre Tavira e Silves e pertencentes a cerca de 100 produtores que compõem as quatro Organizações de Produtores parceiras do Continente.

Ondina Afonso, Presidente do Clube de Produtores Continente sublinha que “No Clube de Produtores Continente valorizamos a autenticidade dos produtos. Através de cadeias curtas de abastecimento asseguramos a sustentabilidade ambiental e económica do país, das regiões e da agricultura nacional. Ao disponibilizarmos apenas laranjas produzidas no Algarve, estamos a fechar mais um elo da cadeia de união entre o Continente e a produção nacional.”

O Continente trabalha diariamente com produtores nacionais, apurando e selecionando os melhores produtos que correspondam às necessidades dos seus clientes. Em 2019, ano em que a colheita de laranjas apresenta uma enorme qualidade, a marca continua a apoiar o melhor da produção portuguesa e garante que todas as laranjas à venda nas suas lojas são algarvias, com classificação IGP.

A aposta na produção nacional representa um dos principais eixos estratégicos da marca, garantindo que produtos de qualidade – como é o caso da laranja do Algarve IGP – chegam à mesa de todos os portugueses.

Frutas Continente – A Natureza tem a nossa marca.

Comente este artigo
Anterior DGAV aumenta lista de fitofarmacêuticos autorizados para quem não tem cartão de aplicador
Próximo Interpoma China 2019 em Xangai

Artigos relacionados

Notícias mercados

Uva de Mesa e Kiwi nacionais já podem ser exportados para a Costa Rica

A exportação de uva de mesa e de kiwi nacionais tem agora um novo mercado disponível: a Costa Rica. De acordo com a Ministra da Agricultura, […]

Sugeridas

Syngenta lança Carial Top – novo fungicida para proteção das culturas do tomate e da batata

A Syngenta apresentou a 19 de Fevereiro, no CNEMA, em Santarém, o Carial Top, um fungicida de nova geração específico para o controlo do míldio e da alternariose, […]

Dossiers

Agricultores de Portalegre consideram “absurda” restrição de apoios agroambientais

A presidente da AADP adiantou que a associação vai enviar uma carta à ministra da Agricultura para demonstrar […]