Construção de um quadro transeuropeu para uma gestão do solo agrícola sustentável e em função do clima

Construção de um quadro transeuropeu para uma gestão do solo agrícola sustentável e em função do clima

24 países juntaram forças no Programa Conjunto Europeu EJP SOIL. O objetivo principal é fornecer soluções sustentáveis de gestão dos solos agrícolas que contribuam para os principais desafios da sociedade, incluindo as alterações climáticas e o fornecimento de alimentos no futuro.

Nem sempre nos lembramos da importância do solo mas, na verdade, as nossas vidas dependem dele. O solo é o habitat e o fornecedor de nutrientes e de água para as plantas e suas raízes.

Solos férteis e produtivos são literalmente o fundamento da nossa existência, pois são o pré-requisito para uma provisão segura de alimentos, fibras, ração animal, madeira e outros tipos de biomassa.

Conservação das funções do solo

Os solos albergam uma enorme biodiversidade e contribuem para o fornecimento de uma ampla gama de serviços de ecossistema e, sendo o maior armazenamento de carbono na terra, os solos fazem também a ligação aos desafios climáticos globais. Os solos fazem parte da solução para a realização das metas de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas (SDGs).

No entanto, o solo é um recurso limitado e a sua degradação, que inclui a erosão, a perda de matéria orgânica, a contaminação e a selagem, são ameaças às funções do solo. A produção intensiva devido à crescente procura global de alimentos e biomassa apenas ampliará os desafios.

Através da gestão sustentável do solo, é possível preservar e até melhorar a prestação de serviços de ecossistema pelo solo e sua biodiversidade. A gestão do solo também pode ser inteligente em relação ao clima, contribuindo para mitigar as alterações climáticas pelo armazenamento de carbono e adaptando os ecossistemas agrícolas às alterações climáticas.

A gestão sustentável e inteligente em relação ao clima do solo é a resposta adequada aos desafios societais fundamentais. O Programa Europeu de Ação Ambiental, a FAO e outras iniciativas internacionais estão todos a exigir um maior conhecimento sobre a gestão sustentável do solo e a proteção das funções do solo.

Um esforço europeu para uma gestão sustentável do solo

Neste contexto, os objetivos do Programa Conjunto Europeu EJP SOIL são o desenvolvimento de conhecimento, de ferramentas e de uma comunidade de investigação integrada, para promover a gestão sustentável e inteligente em relação ao clima do solo agrícola, i. e. uma gestão do solo agrícola que permita a produção sustentável de alimentos, conserve a biodiversidade do solo assim como as outras funções que estão na base dos serviços do ecossistema prestados pelo solo.

O EJP SOIL integra 26 parceiros de 24 países. Juntamente com a Comissão Europeia, os parceiros têm um orçamento conjunto (80M€) e capacidade para aumentar a contribuição dos solos agrícolas para os principais desafios da sociedade, incluindo a adaptação e mitigação das alterações climáticas, a produção agrícola sustentável, a prestação de serviços de ecossistema e a prevenção e a mitigação da degradação do solo e da terra.

Roteiro para a gestão sustentável do solo

A implementação de uma gestão sustentável do solo, inteligente em relação ao clima, difere de região para região, entre práticas agrícolas e obviamente entre diferentes tipos de solo. Como uma das suas primeiras atividades, o EJP SOIL envolverá as partes interessadas, ao nível nacional e europeu, na identificação de lacunas de conhecimento e diferenças nas atividades regionais e nacionais existentes. O inventário, estabelecerá a linha de base do conhecimento e as ferramentas disponíveis nos países parceiros e ajudará a identificar prioridades de investigação. Isso permitirá a construção de um roteiro que funcione como uma agenda de investigação estratégica que permita a tomada de decisões estratégicas em questões de ciência, de política e implementação em toda a Europa.

O EJP SOIL desenvolverá informação do solo harmonizada e facilmente acessível, contribuindo para relatórios internacionais sobre os solos agrícolas. Os esforços combinados fortalecerão uma comunidade de investigação multidisciplinar que trabalhe em solos agrícolas, integrada numa rede mais ampla de interessados e, por meio de uma abordagem colaborativa o EJP SOIL apoiará a criação de redes, o início de projetos transnacionais e a formação de doutorados, formação educacional, disseminação e comunicação.

Conscencialização, orientações e aconselhamento sobre políticas

O EJP SOIL procurará aumentar a consciencialização do público em geral e melhorar a compreensão da gestão do solo agrícola.

Agricultores, proprietários da terra, gestores de terra e da indústria terão acesso a orientações específicas para práticas sustentáveis de gestão do solo, tecnologias e ferramentas para a contabilização do do carbono no solo. Como parte do desenvolvimento do roteiro, o inventário analisará os modelos atuais de contabilização da qualidade do solo e do carbono no solo nos vários países parceiros. Entre outros resultados, isso permitirá implementar opções de gestão do solo agrícola, tendo em conta o armazenamento de carbono orgânico do solo e nas emissões de gases com efeito de estufa.

Ao nível político, o objetivo é identificar lacunas de dados e necessidades prioritárias de novos conhecimentos e fortalecer recomendações baseadas em evidências para a formulação de políticas aos níveis europeu, nacional e regional.

O programa EJP SOIL recebeu financiamento do programa de investigação e inovação Horizonte 2020 da União Europeia sob o contrato de subvenção n. ° 652615

Comente este artigo
Anterior OGM | EFSA reafirma segurança alimentar da soja geneticamente modificada
Próximo Queijo do Rabaçal com quebras acentuadas na produção

Artigos relacionados

Nacional

Entrega de Declaração de Existências de Produtos Vínicos até 10 de Setembro

[Fonte: CAP] A apresentação da Declaração de Existências constitui uma obrigação de todos os detentores de produtos vínicos, […]

Nacional

Autarca quer reforço de serviços públicos em Odemira devido ao número de imigrantes

O presidente da Câmara de Odemira alertou nesta quarta-feira para a necessidade “urgente” de reforço dos serviços públicos no concelho, como os de saúde, […]

Últimas

Touro Brangus impressiona pecuaristas brasileiros e argentinos

O reprodutor Spartacus faz história dentro e fora do Brasil. Pertencente à Agrícola Anamélia Brangus HP, por onde ele passa deixa sua marca. […]