Conhecidos os Melhores Verdes 2020

Conhecidos os Melhores Verdes 2020

O Concurso “Os Melhores Verdes”, promovido anualmente pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), acaba de eleger os 14 melhores Vinhos Verdes da Região em 13 categorias distintas, apresentando este ano o prémio Grande Medalha de Ouro, que distingue Quinta de Gomariz Colheita Seleccionada Avesso 2019 como melhor vinho do ano, também premiado na categoria Ouro para Vinho Verde Avesso.

Entre 243 amostras em prova cega, o júri destacou 13 vinhos na categoria Ouro, 14 na categoria Prata e 149 na categoria Honra, num total de 177 vinhos seleccionados por um júri constituído por Óscar Pereira (Direcção Regional da Agricultura e das Pescas do Norte), Luís Correia (Instituto Politécnico do Porto), dois representantes da Junta de Recurso (Carlos Teixeira e António Sousa), quatro elementos da Câmara de Provadores da CVRVV (Maria José Pereira, Sandra Pereira, Celeste Pereira, Bárbara Roseira) e José Augusto Moreira (Jornal Público).

Nas categorias Vinho Verde e Vinho Regional Minho com colheita igual ou inferior a 2017, a edição de 2020 regista um aumento de inscrições em relação ao ano anterior, sublinhando a crescente aposta no potencial de guarda dos vinhos da Região. As categorias Grande Medalha de OuroOuro e Prata totalizam 28 vinhos escolhidos em prova cega pelo painel de provadores nacionais:

“Os Melhores Verdes 2020” | Grande Medalha de Ouro:

  • Quinta de Gomariz Colheita Seleccionada Avesso 2019

“Os Melhores Verdes 2020” | Categoria Ouro:

  • Vinho Verde Branco | Abcdarium Superior 2019;
  • Vinho Verde Branco | Casal da Torre de Vilar Escolha 2019;
  • Vinho Verde Rosado | Abcdarium Escolha 2019;
  • Vinho Verde Tinto | Dom Diogo Colheita Seleccionada Vinhão 2019;
  • Colheita < 2017 | Pluma Reserva Alvarinho 2017;
  • Vinho Verde Alvarinho | Quinta de Alderiz Alvarinho 2019;
  • Vinho Verde Arinto | Abcdarium Arinto 2019;
  • Vinho Verde Avesso | Quinta de Gomariz Colheita Seleccionada Avesso 2019;
  • Vinho Verde Loureiro | Opção Loureiro 2019;
  • Vinho Verde de Casta | Quinta da Levada Azal 2019;
  • Aguardente de Vinho Verde | Adega de Ponte da Barca Aguardente Vínica Velha XO;
  • Espumante de Vinho Verde Branco | Valados de Melgaço Reserva Extra Bruto Alvarinho 2017;
  • Vinho Regional Minho | Abcdarium Alvarinho 2019;

 “Os Melhores Verdes 2020″ | Categoria Prata:

  • Vinho Verde Branco | Pecado Capital Escolha 2019;
  • Vinho Verde Rosado | Raza Escolha 2019;
  • Vinho Verde Tinto | Adega Ponte de Lima Vinhão 2019;
  • Colheita < 2017 | Vila Nova Reserva Avesso 2015;
  • Vinho Verde Alvarinho | Solar de Serrade Alvarinho 2019;
  • Vinho Verde Arinto | Modestu?s Arinto;
  • Vinho Verde Avesso | Abcdarium Avesso 2019;
  • Vinho Verde Loureiro | Quinta D?Amares Loureiro 2019;
  • Vinho Verde Loureiro | Vila Nova Loureiro 2019;
  • Vinho Verde de Casta | Abcdarium Azal 2019;
  • Aguardente de Vinho Verde | Dona Paterna Aguardente Vínica XO Alvarinho;
  • Espumante de Vinho Verde Branco | Alvaianas Reserva Extra Bruto Alvarinho 2016;
  • Vinho Regional Minho | Manhufe Alvarinho 2019;

“Num ano em que, mais do que nunca, é necessário destacar a excelência dos produtos portugueses, este concurso afirma-se como uma importante ferramenta de promoção dos Vinhos Verdes, apresentando diferentes perfis que se afirmam pela qualidade de um vinho único no Mundo. Registamos com entusiasmo que as colheitas iguais ou superiores a três anos continuam a aumentar as inscrições, confirmando o enorme potencial de guarda dos Vinhos Verdes, que tem sido uma aposta estratégica da CVRVV na valorização do nosso produto e da nossa marca”, destaca Manuel Pinheiro, Presidente da CVRVV.

Recorde-se que “Os Melhores Verdes” são seleccionados em duas etapas, com todos os vinhos provados em regime de absoluto anonimato. Na primeira etapa (pré-seleção), a prova incide nos vinhos das categorias mais concorridas, cabendo ao júri escolher os dez melhores para a etapa seguinte. O júri de pré-seleção é constituído por quatro representantes da Junta de Recurso e três elementos da Câmara de Provadores da Comissão dos Vinhos Verdes.

A segunda etapa atribui os prémios Ouro, Prata e Honra aos melhores vinhos do ano e o júri que os elege é constituído por representantes da Região dos Vinhos Verdes, da Câmara de Provadores da Comissão dos Vinhos Verdes e de outras Câmaras de Provadores nacionais, de institutos de investigação, da Direção Regional de Agricultura, escanções e comunicação social.

O júri de 2020 provou 243 amostras a concurso, agrupadas em oito grandes categorias: Vinhos Verdes Brancos, Rosados, Tintos, de Casta, Colheita Igual ou Inferior a 2017, Espumantes de Vinho Verde, Aguardentes de Vinho Verde e Vinho Regional Minho. Os prémios Ouro e Prata foram atribuídos ao primeiro e segundo classificados em cada categoria e os prémios Honra aos restantes concorrentes com pontuação igual ou superior a 80 pontos.

Conheça a lista completa de premiados aqui.

Comente este artigo
Anterior Previsão de colheita de prunóideas na Europa 2020
Próximo Lamborghini lança novos tratores compactos

Artigos relacionados

Nacional

Agricultores de pantufas

Onde estão os jovens interessados em agricultura? Muitos preparam-se para tentar ganhar 100 milhões de euros numa corrida em que o objectivo é usar tractores gigantes para mover fardos de feno mais rapidamente que os adversários. […]

Últimas

Projeto em Cabo Verde quer utilizar águas residuais tratadas na agricultura

Um projeto piloto da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) vai permitir a utilização de águas residuais, […]

Últimas

Live-stream – Agricultura em Tempos de Crise – Desafios e Oportunidades das Cadeias de Abastecimento

No seguimento do primeiro debate relativo à “Agricultura em tempo de crise” que se focou no futuro e como preparar o que aí vem, decorrerá no […]