Confagri repudia “radicalismo” do Reitor da Universidade de Coimbra. “Matar o mundo rural não é a solução”

“Matar o mundo rural não é a solução”. Quem o diz é a direcção da  Confagri – Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Portugal, que “repudia o radicalismo do Reitor da Universidade de Coimbra”, que decidiu eliminar a carne de vaca das cantinas.

Aqueles agricultores manifestam “a sua total oposição à decisão claramente autoritária e populista do reitor da Universidade de Coimbra em eliminar o consumo de carne de vaca das cantinas universitárias a partir de Janeiro de 2020, não só porque tal decisão, de duvidosa legalidade, castra a liberdade de escolha das pessoas, mas também contraria a Dieta Mediterrânica, sem ter uma adequada sustentação científica”.

Sector estratégico para a economia nacional

A Confagri explica, em comunicado que,”o alegado benefício invocado de “emergência climática” não pode justificar o prejuízo que esta acção irá acarretar a todo um sector”.

“As necessárias mudanças de comportamentos face às alterações climatéricas têm de ser feitas com responsabilidade e consciência social, não de forma demagógica e radical. A descarbonização, sendo meta a perseguir até 2050, deve assentar no que se refere à produção bovina, em bases científicas e não em tiradas populistas sem qualquer suporte científico”, refere o presidente da Confagri, Manuel dos Santos Gomes.

Principal captador de carbono e fixador de populações

Para a Confederação, a agricultura “não pode ser encarada apenas como parte do problema, mas também como evidente solução, porque a floresta, a pecuária, o olival entre outras actividades contribuem significativamente para a captura de carbono, logo, o processo de descarbonização também se faz com o recurso à agricultura e com os agricultores”.

Também no combate à desertificação do interior, “a agricultura e a pecuária têm um papel fundamental na fixação das pessoas, na criação de emprego e também no crescimento da economia social”, realça o mesmo comunicado.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Governo Regional está a melhorar mecanismos que garantem autenticidade dos vinhos dos Açores
Próximo Federação Agrícola dos Açores: Reitor da Universidade de Coimbra é “contra a produção nacional”

Artigos relacionados

Nacional

Prova dos 9: Não existe prova que o PT2020 está a ser executado com maior atraso?

O Governo garante que o nível de execução do atual quadro comunitário de apoio, o Portugal 2020, não é inferior ao do programa anterior — […]

Últimas

Covid-19: Portugal tem “oportunidade de ouro” com a crise, diz presidente do grupo José de Mello

Empresário diz que “vão ser alteradas cadeias de fornecimentos, em que Portugal pode aproveitar, no fundo, as vantagens competitivas que tem e […]

Notícias inovação

Untapped genetic potential means wheat yields only 60% of what they could be

Study shows after 11,000 years of wheat breeding, we’ve still got a long way to go […]