Comissão Europeia: sem Espanha no caminho, Costa espera ter fundos europeus

Apesar do revés que significou para António Costa o arranjo final da distribuição dos cargos de topo da arquitetura europeia, o Governo acredita que Portugal saiu da cimeira desta semana em boas condições para discutir a distribuição de pelouros na futura Comissão Europeia (CE). E tem bem definida a pasta que gostaria de reivindicar em primeiro lugar: a Política Regional, que controla os Fundos Estruturais. Outra pasta vista com interesse é a da Agricultura e Desenvolvimento Rural. As Pescas e Assuntos Marítimos, que atualmente estão juntas com o Ambiente, também seriam áreas vistas com interesse.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso – iOS e Android – para descarregar as edições para leitura offline)

O artigo foi publicado originalmente em Expresso.

Comente este artigo
Anterior Gigante da canábis acelera expansão europeia a partir de Cantanhede
Próximo Governo dá descontos a estrangeiros no IRS (para pilotos, trabalhadores do turismo, construção e agricultura)

Artigos relacionados

Últimas

“Coesão vai ter uma percentagem dedicada a melhorar a nossa relação com o ambiente”, diz Elisa Ferreira

Elisa Ferreira defende que “está em curso uma revolução ambiental muito grande, que vai obrigar a que se repense todo o processo produtivo [ou] a própria agricultura”. […]

Nacional

Governo alarga prazo de candidaturas ao Pedido Único

O Governo decidiu prorrogar o prazo de submissão das candidaturas ao Pedido Único para o próximo dia 6 de maio.
“Após o prazo estabelecido, […]

Últimas

Jacinto-de-água está a matar espelhos de água. Só o Alqueva resiste

[Fonte: Tribuna Alentejo] Chamam-lhe bela e perigosa e é fácil perceber porquê. Basta olhar para ela para reconhecer tanto a sua beleza como a sua capacidade de se multiplicar de forma surpreendentemente rápida, […]