Comissão Europeia: sem Espanha no caminho, Costa espera ter fundos europeus

Apesar do revés que significou para António Costa o arranjo final da distribuição dos cargos de topo da arquitetura europeia, o Governo acredita que Portugal saiu da cimeira desta semana em boas condições para discutir a distribuição de pelouros na futura Comissão Europeia (CE). E tem bem definida a pasta que gostaria de reivindicar em primeiro lugar: a Política Regional, que controla os Fundos Estruturais. Outra pasta vista com interesse é a da Agricultura e Desenvolvimento Rural. As Pescas e Assuntos Marítimos, que atualmente estão juntas com o Ambiente, também seriam áreas vistas com interesse.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso – iOS e Android – para descarregar as edições para leitura offline)

O artigo foi publicado originalmente em Expresso.

Comente este artigo
Anterior Gigante da canábis acelera expansão europeia a partir de Cantanhede
Próximo Governo dá descontos a estrangeiros no IRS (para pilotos, trabalhadores do turismo, construção e agricultura)

Artigos relacionados

Nacional

Enf. Veterinário

Procura-se enfermeiro veterinario para integrar equipa veterinaria multidisciplinar em regime de estagio. Oferecemos regalias e formação na área. [email protected] […]

Últimas

Quase dois terços da superfície do continente era área florestal e agrícola em 2018 – INE

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), as classes de uso e ocupação do solo apresentavam em 2018 padrões territoriais de […]

Nacional

Nova força de sapadores florestais entra em ação em 2020

A nova força de sapadores florestais portugueses vai estar em formação ao longo de 2019 e terá missões de prevenção e combate em 2020, […]