Chegou o Tinder para o gado

Chegou o Tinder para o gado

[Fonte: Sábado]

Uma aplicação inspirada no Tinder vai ajudar agricultores a arranjar possíveis parceiros para o seu gado. Lançada no Dia dos Namorados, chama-se Tudder e permite aos agricultores fazer um swipe right (arrastar para a direita) quando gostam do aspeto de algum animal.

Segundo o Huffington Post, depois de “gostarem” de algum animal, os agricultores são depois redirecionados para uma página de venda de gado com mais informações sobre cada animal – onde podem decidir se pretendem comprar.

“Combinar gado online é ainda mais fácil que combinar humanos porque há uma enorme quantidade de informação por trás destes animais que permite prever como se vão dar”, disse o dono da Hectare Agritech, Doug Bairner, ao HuffPost.

Comente este artigo
Anterior Sessão pública sobre Xylella fastidiosa em Gondomar
Próximo Nova associação de regantes integra CAR Alqueva

Artigos relacionados

Nacional

Prémio ecotrophelia portugal desafia estudantes E promove inovação e sustentabilidade nos produtos alimentares

Viana do Castelo e Porto são as cidades que vão receber , dia 20, o Roadshow do Prémio Ecotrophelia Portugal, uma competição coorganizada pela PortugalFoods e a FIPA – Federação das Indústrias Portuguesas AgroAlimentares, que promove a inovação do meio académico no setor agroalimentar.
No Instituto Politécnico de Viana do Castelo, […]

Últimas

GP PCP: pergunta ao Governo sobre a construção de uma nova barragem no nordeste algarvio

Em julho de 2016, o Grupo Parlamentar do PCP questionou o Ministério do Ambiente sobre a disponibilidade de água nas barragens de Odeleite e de Beliche e a capacidade de este sistema garantir, numa situação de seca prolongada, o abastecimento de água às populações e às atividades agrícolas e pecuárias (pergunta n.º 4402/XIII/2.ª). […]

Nacional

Fundos comunitários pagaram 53 milhões para combater fogos

Quartéis de bombeiros e equipamentos explicam grande parte dos 53 milhões do PT2020 usados no combate aos fogos. Para já não estão previstos novos concursos.

Os fundos comunitários não servem para acudir a situações de emergência no combate aos fogos, mas são um instrumento importante para dotar os bombeiros de equipamento e material necessário para travar incêndios como o que lavra desde sábado no centro do país e que já […]