CEPAAL: Azeite do Alentejo em degustação na Califórnia

CEPAAL: Azeite do Alentejo em degustação na Califórnia

[Fonte: CEPAAL]

O CEPAAL – Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo marca presença no Winter Fancy Food Show, a mais importante feira gastronómica da costa Oeste dos EUA

Moura, 14 de janeiro de 2019 – O Azeite do Alentejo está a participar, durante três dias, no Winter Fancy Food Show, evento gastronómico para profissionais que decorre em São Francisco, entre 13 e 15 de janeiro. Esta ação, uma iniciativa do CEPAAL – Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo, pretende dar a conhecer os azeites alentejanos aos empresários da indústria alimentar norte-americana, mais especificamente na costa Oeste dos Estados Unidos.

No stand do CEPAAL, é possível provar e degustar os azeites de quase três dezenas de produtores do Alentejo, região responsável pela produção de 78% do azeite nacional.

Com mais de 325 milhões de habitantes, os Estados Unidos estão a descobrir o potencial gastronómico e os benefícios do azeite, pelo que é considerado pelo CEPAAL um dos mercados prioritários no seu plano de promoção externa – a par de outras geografias como o Canadá, Dinamarca, Suécia, Alemanha, incluindo o Brasil, o maior mercado de exportação do azeite nacional.

“Pela sua dimensão, e mesmo que ainda represente uma fatia muito pequena das exportações de azeite, os Estados Unidos têm um potencial enorme. Por isso, no último ano, temos vindo a reforçar a nossa presença neste território. Em junho e julho do ano passado, estivemos na costa Este, em Nova Iorque, no Summer Fancy Food Show, e agora estamos na Califórnia para dar a conhecer a qualidade dos azeites do Alentejo”, refere Mariana Teles Branco, técnica de marketing e qualidade do CEPAAL.

Nesta 44ª edição do Winter Fancy Food Show, organizado pela Specialty Food Association no Moscone Center, o maior complexo de exposições na Califórnia, marcam presença mais de 1.400 expositores de todo o mundo e perto de 80.000 produtos.

Esta ação de promoção nos Estados Unidos insere-se no projeto de “Promoção do Azeite do Alentejo nos Mercados Externos”, com o qual o CEPAAL pretende reforçar a estratégia de promoção externa e dar a conhecer o Azeite do Alentejo e as empresas produtoras a novos mercados. O objetivo é contribuir para o aumento das exportações, dar visibilidade coletiva a este produto, dinamizar a economia da região e conferir maior competitividade ao setor.

O projeto “Promoção do Azeite do Alentejo nos Mercados Externos” é co-financiado pelo Alentejo 2020, no âmbito do Programa Operacional Regional do Alentejo. O investimento total é de 320.682 euros, dos quais 256.546 euros são provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Sobre o CEPAAL

Sedeado em Moura, o CEPAAL – Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo nasceu em 1999 e é uma associação sem fins lucrativos que tem como objetivo valorizar e promover o Azeite do Alentejo dentro e fora de Portugal. Além de 27 produtores, tem entre os seus associados instituições ligadas ao sector olivícola e oleícola, incluindo organismos do Estado, municípios e universidades.

Comente este artigo
Anterior Mercadona aposta no kiwi português
Próximo Automação em Tractores Agrícolas na óptica de Sistemas de Agricultura de Precisão

Artigos relacionados

Comunicados

Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. (IVDP) regista “Vinagre de Vinho do Porto” como Marca Coletiva de Certificação

Comerciantes e produtores-engarrafadores de Vinho do Porto poderão comercializar e produzir vinagre a partir de Vinho do Porto certificado. […]

Comunicados

Célia Alves assume funções como (a primeira) presidente da Confraria dos Enófilos da Bairrada

Quem já ouviu dizer “há sempre uma primeira vez para tudo”? A verdade é esta: pela primeira vez na história há uma mulher a ocupar o lugar de presidente na Confraria dos Enófilos da Bairrada. […]

Notícias Fitofarmacêuticos

Relatório do Controlo nacional de resíduos de pesticidas em produtos de origem vegetal

Procede-se à divulgação do Relatório do Controlo nacional de resíduos de pesticidas em produtos de origem vegetal – 2017. […]