Quais os cogumelos selvagens que podem ser comercializados?

Quais os cogumelos selvagens que podem ser comercializados?

Nas nossas florestas podemos encontrar uma grande variedade de cogumelos silvestres os quais constituem um recurso ainda pouco explorado. Apesar de existirem muitas espécies de cogumelos silvestres consideradas comestíveis, apenas cerca de vinte são apreciadas e produzidas para fins alimentares ou medicinais. De entre as espécies de cogumelos silvestres com representatividade, a nível do mercado europeu, encontram-se a trufa-negra (Tuber melanosporum), os boletos que incluem quatro espécies (Boletus edulis, Boletus pinophilus, Boletus aereus e Boletus aestivalis), o lactário-delicioso (Lactarius deliciosus), os cantarelos (Cantharellus cibarius e Craterellus tubaeformis), a trombeta-negra (Craterellus cornucopioides), a amanita-dos-césares (Amanita caesarea – Fig. 1) e as morquelas (Morchella esculenta).

No mercado português a maioria das espécies que se encontram à venda são cogumelos de cultura, produzidas em condições artificiais, continuando o “cogumelo-de-Paris” a ser o mais comercializado. Quanto aos cogumelos silvestres apenas os boletos têm representatividade, sendo também a trufa-negra e as morquelas utilizadas principalmente na restauração gourmet.

Veja o artigo completo da equipa de investigação do INIAV  aqui.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior Agricultura urbana sustentável: a solução para a alimentação?
Próximo Cereais sobem, açúcar e produtos lácteos baixam no mundo, diz FAO

Artigos relacionados

Últimas

Despacho n.º 4698-F/2020 prolonga suspensão das atividades formativas presenciais

O Despacho n.º 4698-F/2020, publicado em Diário da República n.º 76/2020 pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, determina a prorrogação da suspensão das atividades formativas presenciais, […]

Nacional

Pedrógão Grande: Associação das Vítimas teme que tragédia se repita

A presidente da Associação das Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande disse hoje que não “vive descansada” por temer que se volte a repetir a tragédia de 17 de junho de 2017, que provocou 66 […]

Nacional

Opinião: Incêndios


Serpa Oliva

Embora muito já se tenha escrito sobre o maior incêndio que se abateu sobre Portugal nos últimos séculos, […]