Castro Marim recebe formação de manobrador de máquinas agrícolas e florestais

Castro Marim recebe formação de manobrador de máquinas agrícolas e florestais

Imprimir

Uma ação de formação de manobrador de máquinas agrícolas e florestais está marcada para os dias 27 de Maio e 3 de Junho, entre as 10h00 e as 18h00, na sede da Associação Odiana, em Castro Marim.

Esta é uma formação vitalícia, reconhecida em toda a União Europeia, que «surge como resposta ao dever das empresas prestarem aos seus colaboradores formação e informação na área da higiene e segurança na utilização dos equipamentos, nomeadamente os procedimentos de segurança a ter para prevenir acidentes de trabalho», segundo a associação.

A formação tem a duração de 16 horas e confere certificação profissional.

É obrigatório o preenchimento da ficha de inscrição e a entrega da cópia do cartão de cidadão. A formação custa 150 euros que devem ser pagos, no primeiro dia, por numerário, cheque, ou transferência bancária.

Mais informações podem ser obtidas através dos números de telefone 927 404 639,  281 531 171 ou 289 093 594, ou do e-mail geral@odiana.pt. Pode ainda visitar o site aqui.

A entidade promotora é a Earth Consulters, responsável pela coordenação desta ação. A Associação Odiana colabora através do cedência do espaço, divulgação e receção de inscrições.

Comente este artigo
Anterior CNA promove seminário “PAC – Impactos da Reforma de 2013 e Perspectivas Futuras” a 13 de Junho 2017 - Santarém
Próximo Governo diz que continua a apoiar setor vitivinícola, apoios de 65MEuro este ano

Artigos relacionados

Dossiers

Bioanálise indica a memória do solo

“As informações de análise química e física do solo não são suficientes para analisar a qualidade do solo. Para integrar esse processo […]

Últimas

Portugal Fresh: Seminário Internacionalização – 16 de maio – Oliveira do Bairro

Organizado pela Portugal Fresh, vai ter lugar no dia 16 de maio, no Espaço Inovação de Vila Verde, Oliveira do Bairro, […]

Sugeridas

Alentejo: De Celeiro a Olival da Nação

O paradigma agrícola do Alentejo mudou nos últimos anos, se anteriormente a região foi classificada como ‘O celeiro de Portugal’ […]