Casas evacuadas em Ovar “por prevenção”. Mais de 300 bombeiros combatem fogo

Casas evacuadas em Ovar “por prevenção”. Mais de 300 bombeiros combatem fogo

O presidente da Junta de Freguesia de Válega, no concelho de Ovar, disse esta quinta-feira que cerca de 20 casas foram esta tarde evacuadas “por precaução” no lugar de Bustelo, devido ao incêndio que lavra desde as 12h49 no concelho.

Jaime Duarte Almeida referiu à Lusa que “a GNR pediu às famílias para saírem das casas, por precaução” e que os moradores dessa zona do distrito de Aveiro “estão todos bem e o fogo não vai chegar lá porque já passou naquela zona, nas traseiras”.

Em causa está uma localidade de Válega em que as habitações estão envolvidas por terrenos arborizados, sobretudo à base de eucalipto, e que está a pouca distância de duas autoestradas, a A1 e a A29.

A combater as chamas, de acordo com a página na Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil, pelas 20h05, estavam 339 operacionais, com o apoio de 101 viaturas e cinco meios aéreos.

A circulação na autoestrada A1, entre os nós de Estarreja e Ovar, foi reaberta depois de ter estado cortada devido ao incêndio florestal, avançou a Brisa pelas 18h00.

O fogo chegou a território contíguo do município de Santa Maria da Feira, mas pelas 16h15 estava confinado ao concelho de Ovar. As altas temperaturas e o vento intenso têm dificultado o combate às chamas.

Incêndio em Ponte de Sor em resolução

Outro incêndio de grandes dimensões deflagrou esta quinta-feira no concelho de Ponte de Sor (Portalegre), estando em resolução pelas 20h10.

No entanto, o combate às chamas ainda mobilizava, à mesma hora, cerca de 136 operacionais, apoiados por 47 veículos.

Segundo a página de Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o fogo, para o qual foi dado o alerta às 13h28, atinge uma zona de povoamento florestal nas freguesias de Tramaga e Vale de Açor.

[notícia atualizada às 20h10]

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Comente este artigo
Anterior Incêndios: População de Bustelo no concelho de Ovar de regresso a casa
Próximo 53 entidades criam Centro de Competências para tornar agricultura e floresta resilientes às alterações climáticas

Artigos relacionados

Notícias florestas

Incêndios: MAI diz que prevenção é agora “a prioridade absoluta”

O ministro da Administração Interna disse hoje que “a prioridade absoluta” passa agora pela prevenção dos incêndios rurais e mudança de comportamentos, uma vez que foi atingido “o grande […]

Últimas

Primeira fase da consulta ao Plano Estratégico da PAC 2023-2027 alargada até 8 de janeiro de 2021

Encontra-se aberta a primeira fase do processo de consulta alargada do Plano Estratégico de Portugal no âmbito da Política Agrícola Comum, para o período 2023-2027. [..]

Nacional

Quercus: Barragem do Pisão terá impactos ambientais negativos com culturas superintensivas

O Governo anunciou ontem, 7 de Junho, que aprovou o arranque da construção da Barragem do Pisão, no concelho do Crato, […]