Capoulas: “Serão apoiados todos os prejuízos agrícolas” provocados pelos incêndios

O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, garantiu que “serão apoiados todos os prejuízos agrícolas: tractores, máquinas, equipamentos, culturas permanentes como vinhas, olivais ou pomares, animais, estábulos e armazéns”, resultantes dos incêndios no distrito de Castelo Branco.

Estas declarações foram feitas hoje, 26 de Julho, aos jornalistas em Vila de Rei, onde o ministro visitou o local de distribuição de alimentação para animais que ficaram sem pasto devido ao fogo que atingiu esta localidade, para além da Sertã e de Mação, no passado dia 20 de Julho.

Apoios financeiros

Para além da ajuda de emergência à alimentação animal, o Governo vai ainda dar apoios financeiros a todos os agricultores afectados pelos incêndios que deflagraram nessa data.

Luís Capoulas Santos referiu que os apoios serão pagos a 100% até 5 mil euros de prejuízo, 80% entre 5 mil e 50 mil euros, e 50% entre 50 mil e 800 mil euros de danos provocados pelos fogos.

“Das informações que já chegaram do primeiro levantamento, exceptuando três ou quatro casos com montantes mais elevados, a generalidade dos prejuízos por exploração será de montante relativamente baixo”, acrescentou o ministro, referindo que a ajuda média deverá rondar os três mil euros por produtor.

300 a 400 agricultores afectados

Luís Capoulas Santos disse também que, embora a zona afectada pelos fogos se caracterize por ser uma região de pequena e muito pequena agricultura, haverá entre 300 a 400 agricultores afectados.

O ministro afirmou ainda que se estima haver 200 bovinos e cerca de 2.500 ovinos de 235 produtores que terão necessidades alimentares, sendo que o trabalho de entrega de alimentação irá durar até ser reposta a normalidade.

Para esta ajuda, foram doados alimentos da área de governação da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, através da empresa pública agrícola Companhia das Lezírias, bem como da Associação dos Industriais de Alimentos Compostos para Animais.

Prazos de candidatura

“Vai estar disponível, a partir do dia 1 de Agosto, um gabinete de informação que vai informar os agricultores da forma como poderão apresentar os seus projectos e como poderão ser ajudados e quais os montantes disponíveis para isso”, disse também Capoulas Santos.

Serão elegíveis máquinas, alfaias agrícolas, instalações, estábulos armazéns, culturas permanentes como a vinha ou o olival, tudo de acordo com uma tabela que existe e com candidaturas próprias.

“As despesas podem desde já ser efectuadas, uma vez que, apresentadas as facturas, elas serão elegíveis a partir da data da ocorrência”, concluiu.

Vai ainda ser fixado um período de candidaturas até ao dia 15 de Setembro.

Reunião com autarcas

Refira-se ainda que o ministro da Agricultura convocou, hoje, 26 de Julho, às 11 horas, para uma reunião de trabalho os presidentes dos Municípios de Mação, Sertã e Vila de Rei, com o objectivo de analisar a situação dos respectivos concelhos relativamente a prejuízos sofridos por agricultores e produtores florestais na sequência dos incêndios que afectaram a região nos últimos dias.

Na reunião, que se realizou na Câmara Municipal de Mação, Capoulas Santos esteve acompanhado dos dirigentes máximos dos serviços do Ministério que estarão mais directamente envolvidos na prestação de apoio, bem como do secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira, e do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior ​Marido de autarca do PS vendeu kits à Proteção Civil. “Estou de consciência tranquila”
Próximo EDIA implementa medidas de combate à seca climatérica

Artigos relacionados

Notícias fitofarmacêuticos

Alentejo prevê subida na produção de vinho

ALENTEJO PREVÊ SUBIDA NA PRODUÇÃO DE VINHO
A região do Alentejo poderá ter na vindima deste ano um aumento entre 5% e 10% na produção de vinho, […]

Nacional

Empresa em Portalegre inova na produção de inseticidas biodegradáveis

[Fonte: Tribuna Alentejo] Será instalado em Portalegre um centro de investigação, desenvolvimento e produção de inseticidas biodegradáveis e não tóxicos para outras espécies ou ambiente; […]

Nacional

Marcelo espera “vastíssimo consenso nacional” sobre reforma florestal

“Aguardo com grande expectativa o conjunto de medidas legislativas que integram a chamada reforma das florestas”, diz o Presidente da República. […]