Campanha digital promove consumo de frutas e legumes por jovens

Campanha digital promove consumo de frutas e legumes por jovens

Está em curso desde 4 de Julho e até ao fim de 2021 uma campanha digital de âmbito europeu para encorajar os jovens a aumentar o seu consumo de frutas e legumes para um mínimo de 400 gramas por dia, o valor recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Sob o mote “Follow me to be healthywith Europe”, a iniciativa é promovida pela Associação Europeia de Hortofrutícolas Frescos (Freshfel Europe) e pela Agência para a Investigação e Informação em Frutas e Legumes (Aprifel) e conta com financiamento da União Europeia (UE).

A campanha de três anos vai decorrer sob o hashtag #400gChallenge e vai estar presente em vários canais on-line: YouTube, Instagram, Twitter e Facebook. Também irá contar com o apoio de bloggers e influencers e terá como principal alvo a faixa de população com idades entre 18 e 30 anos.

Serão disponibilizados mensalmente vídeos com conselhos sobre como integrar facilmente as frutas e os legumes nas dietas diárias e para informar os millennials dos benefícios de saúde destes produtos. Os vídeos serão complementados com infografias e existirá ainda um site dedicado à iniciativa.

Os promotores da iniciativa indicam que, «na Europa, um em cada cinco adultos é obeso e estima-se que, em 2030, mais de 50% da população europeia sofra de obesidade». A OMS afirma que «as frutas e os legumes são componentes importantes de uma dieta saudável», mas o consumo destes produtos na maioria dos Estados-membros da UE «permanece muito abaixo deste objectivo, com apenas 14% da população europeia a cumprir» a recomendação da OMS de um consumo mínimo de 400 gramas de frutas e legumes por dia.

O baixo consumo destes produtos é particularmente perceptível na faixa de população entre 18 e 30 anos, sendo que «os jovens adultos europeus mal têm noção da importância de consumir frutas e legumes como parte de uma dieta saudável». Neste contexto, o objectivo da campanha é «aumentar a percepção do papel que uma dieta saudável e, em particular, as frutas e os legumes, têm num estilo de vida saudável, visando transformar os hábitos alimentares dos millennials».

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Corteva Agriscience nos eSports como patrocinador da Farming Simulator League
Próximo Falhou o Seminário Instrumentos de Adição de Valor para o Sector Vitivinícola? Veja as comunicações

Artigos relacionados

Sugeridas

Direção da CAP inicia ciclo de reuniões com estruturas regionais, com primeira paragem no Mondego para avaliar consequências das cheias

Os Conselhos Consultivos Regionais da CAP, que acontecem anualmente e percorrem todo o País, iniciam-se esta sexta-feira, em Montemor […]

Nacional

Tragédia em Pedrógão Grande em debate

[Fonte: Sic Notícias]
Pedro Santana Lopes e António Vitorino debatem a tragédia em Pedrógão Grande. O incêndio provocou 64 mortos e mais de uma centena de feridos. […]

Últimas

Ferro Rodrigues homenageia “os que sucumbiram ao flagelo” dos fogos

O presidente da Assembleia da República homenageou “todos os que sucumbiram ao flagelo” dos fogos, no primeiro dia nacional em memória das vítimas dos incêndios florestais, […]