Falhou o Seminário Instrumentos de Adição de Valor para o Sector Vitivinícola? Veja as comunicações

A ADVID – Associação para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense, no seguimento do Seminário Instrumentos de Adição de Valor para o Sector Vitivinícola, realizado no âmbito da Feira Nacional de Agricultura no último dia 13 de Junho, com organização da ADVID, a ViniPortugal, o IVV — Instituto da Vinha e do Vinho, a PORVID e a CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal, disponibilizou online as comunicações realizadas no evento de cada um dos oradores, assim como a reportagem fotográfica.

Aceda ao conteúdos aqui:

– Gestão de Ecossistemas e Biodiversidade num contexto de viticultura biológica no Douro | Nuno Oliveira – Esporão S.A.

 ROMOVI – Tecnologias robóticas para automatização de tarefas em vinhas de encosta | Filipe Santos – INESC TEC

– WETWINE – Gestão e valorização dos efluentes vitivinícolas | Ana Pascual Formoso – AIMEN Centro Tecnológico

– Valorização de inovações sustentáveis pelos mercados (Projecto VINOVERT) | Alexandra Seabra Pinto – INIAV

– O sector do vinho e a reforma da PAC 2021-2027
João Onofre, da Comissão Europeia  – DG AGRI

M. del Camino Arroyo Pérez – Subdirectora General de Frutas, Hortalizas y Vitivinicultura. Dirección General de Producciones y Mercados Agrarios

David Gouveia – Gabinete de Planeamento e Politicas

– Business Matching e Marketing Digital Global na abordagem à exportação dos vinhos portugueses | Pedro Pina Brito, Editor do Portugal Wine Guide (Comunicação brevemente disponível)

– Como comunicar o vinho para vender melhor | João Geirinhas, Director da publicação Vinho Grandes Escolhas

– Novas metodologias para a utilização e conservação da diversidade intravarietal | Elsa Gonçalves, LEAF/ ISA/UL

– As empresas vitivinícolas: agentes de disseminação da diversidade varietal? | Rui Soares, Real Companhia Velha

– Diversidade da videira e sua conservação na cadeia de valor do setor vitivinícola | António Graça, Sogrape Vinhos, S.A.

– A Ampelografia nas últimas quatro décadas em Portugal. O papel na identificação e preservação do encepamento nacional| José Eduardo Eiras-Dias, INIAV

– Estratégias necessárias de utilização e de conservação da diversidade das videiras autóctones | Antero Martins, LEAF/ISA/UL/PORVID

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Campanha digital promove consumo de frutas e legumes por jovens
Próximo PSD quer penalização fiscal de plásticos e critérios ambientais na contratação pública

Artigos relacionados

Últimas

Temperaturas vão chegar aos 40º. Protecção civil alerta para risco de incêndios rurais

A Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) alerta para o aumento dos índices de risco de incêndio durante o dia de amanhã, […]

Nacional

Como chegou a vespa asiática a Portugal? O que fazer se for picado? Conheça as respostas aqui

O último caso ocorreu no Parque da Pena, em Sintra, que foi encerrado ao público na segunda-feira (dia 16) depois de ter sido descoberto um ninho de vespas asiáticas na zona ocidental do parque. […]

Comunicados

Cecília Meireles quer que Governo altere a Portaria n.º 86/2020 para incluir os territórios não abrangidos nos GAL

Numa pergunta dirigida à Ministra da Agricultura, a deputada do CDS-PP Cecília Meireles quer saber se o Governo vai alterar a Portaria n.º 86/2020 […]