BUYINPORTUGAL.PT assina protocolo com Associação dos Exportadores e Importadores de Macau (AEIM)

BUYINPORTUGAL.PT assina protocolo com Associação dos Exportadores e Importadores de Macau (AEIM)

A BUYIN.PT – Comércio Electrónico, S.A., detentora da BuyinPortugal.pt, o e-marketplace B2B das empresas exportadoras portuguesas, e a Associação dos Exportadores e Importadores de Macau (AEIM), assinaram um protocolo de cooperação o qual concretiza a parceria estratégica existente entre as duas entidades de Portugal e da Região Administrativa Especial de Macau (República Popular da China).

Nos termos do documento, foram fixadas as condições de apoio mútuo entre os associados da AEIM e a BUYIN.PT S.A. e as empresas inscritas na plataforma BuyinPortugal.pt.
A BUYIN.PT S.A. foi, ainda, convidada pela AEIM a participar no “Macau & Portuguese- Speaking Countries’ Commodity, na cerimónia de abertura do 2017 World Project and Commodity of Global Entrepreneurs Expo, a qual terá lugar na cidade de Tianjin no dia 14 de Junho.

“In line with the development of moderate diversification of Macao’s economy and to unleash Macao’s potential as a trading platform for China and Portuguese-speaking countries, with the support of the Macao SAR Government, Macau Importers & Exporters Association sets up a “Macau & Portuguese- Speaking Countries’ Commodity (Tianjin) Exhibition Centre” (Hereinafter referred to as “Tianjin Exhibition Center”), aiming to assist the local importers and exporters, as well as the local Small and Medium-Sized Enterprises to develop the market in mainland China, by providing the exhibition, financial, e-commercial platforms, at the same time, providing an effective support in the marketing service in the Mainland China”

A parceria agora firmada com a associação chinesa de Macau é uma porta de entrada para as empresas portuguesas na República Popular da China, por intermédio da BUYIN.PT – Comércio Electrónico, S.A., empresa detida exclusivamente por capitais privados portugueses, e surge na sequência da criação do Fundo
BUYIN.PT, Comércio Electrónico, S.A. Rua Aristides de Sousa Mendes, Nº 9, 1600-548 Lisboa, Portugal Email: [email protected] | Telemóvel: 927 312 999 | www.buyinportugal.pt | PT509767885
de Cooperação e Desenvolvimento China-Países de Língua Portuguesa, no valor de mil milhões de dólares, o qual entrou em funcionamento em Junho de 2013.

O Fundo de Cooperação tem como objectivo reforçar a cooperação económica e comercial entre a China (incluindo a RAEM) e os países de língua portuguesa, nomeadamente incentivar e aumentar o investimento mútuo.
Macau possui um papel de enorme relevo enquanto ponte entre os Países de Língua Portuguesa e as empresas chinesas, sendo fortemente incentivado a desempenhar um papel de longa duração enquanto plataforma para cooperação comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

A BUYIN.PT – Comércio Electrónico, S.A. orgulha-se do seu pioneirismo, como criadora do primeiro emarketplace B2B das empresas exportadoras portuguesas, que lhe permite prestar este relevante serviço às empresas nacionais inscritas na plataforma BuyinPortugal.pt junto da maior potência comercial mundial e assegurar o apoio às empresas associadas da AEIM no seu contacto com Portugal e os países de expressão portuguesa.

Comente este artigo
Anterior Biofuels “Made in Europe” delivers concrete and tangible solutions to reduce emissions
Próximo AEA desenvolve ciclo de workshops: Produtos do Baixo Tâmega- 19 e 20 de Junho 2017- Baixo Tâmega

Artigos relacionados

Comunicados

Nova campanha do Crédito Agrícola aposta na promoção de agricultura sustentável

O Crédito Agrícola acaba de lançar a nova campanha CA Agricultura com a prioridade de valorizar a optimização dos recursos naturais […]

Comunicados

CELPA associa-se ao Manifesto por uma Floresta não Descriminada

14 Novembro, 2018

A CELPA – Associação da Indústria Papeleira associou-se ao Manifesto por uma Floresta não Descriminada, publicado hoje em vários meios de comunicação social. […]

Sugeridas

Três anos de seca deixa albufeiras sem água para a campanha de rega de 2017

O terceiro ano consecutivo de precipitação inferior ao normal agrava o armazenamento das albufeiras do Alentejo, onde as disponibilidades não ultrapassam os 40% do volume total. […]