Brasil: Troncos de contenção automatizados são novidade na Expolondrina’2019

Brasil: Troncos de contenção automatizados são novidade na Expolondrina’2019

[Fonte: Gazeta Rural]

Governador Beto Richa participa da abertura oficial da 57ª edição da Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina (Expolondrina), promovida pela Sociedade Rural do Paraná. Londrina, 31/03/2017. Foto: Arnaldo Alves/ANPr

O tronco de contenção é um equipamento indispensável na lida do gado, pois nele são realizados os principais manejos da fazenda, a exemplo da inseminação artificial, castração, identificação, casqueamento, vacinação e vermifugação, garantindo maior segurança ao homem e animal.

E assim como em todos os setores produtivos este equipamento passa por constantes evoluções. Nesta quarta revolução tecnológica, onde tudo se torna mais simples, automatizado e conectado, a Açôres Troncos e Balanças preparou novidades para os visitantes da Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina, a Expolondrina, que acontece de 5 a 14 de abril, no Paraná.

A empresa que já havia lançado o primeiro tronco de contenção com controle remoto do mundo automatizou as principais linhas de produtos, a Premium III e Americano Premium III, além de integrar o conceito de IoT (internet das coisas) ao processo de pesagens.

Sem fios, as duas barras de pesagem inteligentes instaladas na estrutura conectam-se diretamente com computadores, tablets, smartvs ou smartphones, por meio do aplicativo ACR Manejo Control. O processo batizado de BPB 085 IOT Connection dispensa o uso de balança eletrônica e leva o controle de desempenho para a palma das mãos.

“Teremos dois modelos do BPB 085 IOT Connection, um com as duas barras de pesagem inteligentes e outro com apenas uma, que será conectada à outra por um fio. Essa tecnologia, inclusive, permitiu baratear o custo do tronco de contenção”, explica Gabriel Hauly, diretor da Açôres Balanças e Troncos.

Mesmo com o novo dispositivo, a empresa continua fornecendo as balanças eletrônicas de produção própria ACR HEAVY DUTY e ACR HEAVY DUTY FULL, resistentes a água e impactos de qualquer tipo e que suportam 1,5 milhão de pesagens para elaboração de relatórios completos.

Os troncos de contenção da Açôres saem de fábrica totalmente automatizados, mas os modelos antigos também podem ser adaptados. Além da IoT, os equipamentos passaram a incorporar funcionamento eletro-hidráulico, controle remoto ou braço articulado que gira em 180º.

A linha Premium III e Americano Premium III são indicadas a pecuaristas que possuem rebanho de até 5.000 cabeças. “Com a automatização dos equipamentos, é possível manejar 120 animais por hora ou mais”, garante Hauly.

Os troncos  são resistentes a pancadas, não possuem saliências pontiagudas, os parafusos são autotravantes, o assoalho é antiderrapante e permitem acesso facilitado a todo o corpo do gado. São projetados para promover eficiência, bem-estar animal e segurança no trabalho, resultando na certificação NR 31.

Açôres no Brasil

A marca nasceu em 1956, quando Anwar Hauly decidiu adquirir a empresa de um grupo alemão. À época, existiam apenas a Açôres e uma outra companhia do segmento de pesagem.

Em sua terceira geração, a companhia com sede em Cambé (PR) foi dirigida pelo filho de Anwar, Eder Jorge Hauly, e, hoje, é comandada pelo neto de Anwar, Gabriel Hauly, de apenas 36 anos.

Possui filiais em Santa Inês, no Maranhão; Várzea Grande (MT), Campo Grande (MS) e Goiânia (GO), além de possuir representantes e assistência técnica em todo País. América Latina, África e Europa são mercados de exportação da Açôres, que também vende tecnologia de ponta para os Estados Unidos.

Investe pesado em pesquisa e desenvolvimento, o que resultou no primeiro tronco de contenção móvel metálico do Brasil (Tronco Metálico Móvel Impacto) e o primeiro com controle remoto do mundo (Gran Smart Prime). Também é a primeira empresa a utilizar as tecnologias de Realidade Aumentada e Óculos 3D no agronegócio brasileiro.

“Possuímos balanças eletrônicas, currais e troncos de contenção para todos os ciclos de produção da pecuária, incluindo o sistema de Integração-Lavoura-Pecuária-Floresta”, destaca Hauly, diretor da Açôres, que registra crescimento de 30% ao ano, segundo informa.

Em parceria com a Programa Leilões, a empresa deve levar, em 2019, conteúdo e equipamentos de alta performance para mais de 500 exposições e leilões em todo o País.

Comente este artigo

O artigo Brasil: Troncos de contenção automatizados são novidade na Expolondrina’2019 foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Anterior The Navigator Company e National Geographic lançam envelope amigo do ambiente
Próximo “Que Floresta?” é tema para mais uma “Conversa com Café” no Museu Municipal de Azambuja

Artigos relacionados

Nacional

Açores já aprovou 150 candidaturas para instalação de jovens agricultores

[Fonte: Vida Rural]

O Presidente do Governo dos Açores revelou esta semana ao Açoriano Oriental que a resposta dos jovens agricultores da região ao objetivo estratégico de rejuvenescimento do setor agrícola está a ser “expressiva”, referindo que já foram aprovadas cerca de 150 candidaturas para a primeira instalação de explorações, […]

Nacional

Plantas portadoras de Xylella fastidiosa identificadas em Portugal

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

No âmbito do “Programa Nacional de Prospecção de Xylella fastidiosa”, foram identificadas pela Direcção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) plantas portadoras desta bactéria em Vila Nova de Gaia, Portugal, sendo que «as autoridades nacionais desencadearam já […]

Últimas

‘Execute-se o MAR 2020’ – Editorial de Teresa Silveira + Suplemento AgroVida de Fevereiro da Vida Económica

[Fonte: AgroVida]
A edição de fevereiro 2019 do suplemento “AgroVida”, que sai para as bancas esta sexta-feira com o jornal “Vida Económica”.
Destaque para os principais temas em análise:
– A rega na Região Demarcada do Douro e a baixa do teor de álcool para algumas gamas de vinho do Porto (entrevistas IVDP, […]