BPI e John Deere reforçam parceria

BPI e John Deere reforçam parceria

O BPI e a John Deere assinaram a renovação do seu protocolo de colaboração para facilitar o financiamento da aquisição de máquinas e alfaias agrícolas da marca norte-americana, apoiando os agricultores portugueses nos seus investimentos destinados à modernização da produção agrícola.

De acordo com o comunicado enviado à nossa redação, no âmbito da parceria, nos últimos cinco anos foi apoiada a aquisição de 1.734 tratores, correspondentes a um montante global de financiamento de 72,5 milhões de euros.

“Em 2018, foram vendidos 605 tratores novos da John Deere em Portugal, mercado onde a marca lidera as vendas de tratores do segmento de mais de 100 cv. A John Deere pretende prosseguir a sua trajetória de sucesso e continuar a apostar nas culturas de elevado valor, na agricultura de precisão e no aproveitamento dos projetos de regadio do Alqueva”, refere a empresa no mesmo documento.

Por outro lado, em 2018 o BPI “continuou a consolidar a sua posição no apoio à agricultura, contribuindo para a inovação e internacionalização do setor, disponibilizando uma oferta diversificada de soluções adequadas às necessidades destas empresas e mantendo a liderança nas principais linhas de crédito para o apoio aos agricultores”.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Cotações – Suínos – Informação Semanal – 15 a 21 Abril 2019
Próximo Espanhóis plantam Lavandim no olival para evitar erosão

Artigos relacionados

Cotações ES

Disparidad de tendencias en los precios de las almendras


Esta semana no hubo una tendencia clara en las cotizaciones de las almendras, ya que se anotaron repeticiones, bajadas y subidas en las distintas lonjas nacionales. […]

Últimas

Agricultura: a grande ausente da campanha eleitoral

Kevin O’Leary é o mais conhecido dos investidores do programa Shark Tank, não apenas porque participou nas versões canadiana e norte-americana, […]

Nacional

Combate ao fogo no Sabugal a decorrer favoravelmente

“[O fogo] continua por dominar, mas os trabalhos [de combate às chamas] estão a decorrer favoravelmente”, declarou, pelas 21:00, a fonte do CDOS. […]